segunda-feira, 24 de abril de 2017

Axl Logan - 13 - Amor e Ódio


Esta é a história de um Sim chamado Axl Logan.
Acompanhe aqui suas aventuras (e desventuras)!

Dica: para uma melhor visualização (zoom), segure Ctrl e aperte o sinal de + no seu teclado (aperte - para diminuir).





Axl Logan
Livro I
Adormecido

Capítulo 13 – Amor e Ódio



Resumo do capítulo passado: Big Joe leva Axl, Dave, Gizella e o Batera até a casa conhecida como “O Depósito”, que ele e Makena alugaram para os garotos até que uma misteriosa pessoa compre o lugar para ajudar a banda a ter um teto sobre suas cabeças; um querido casal do Segundo Império descobre a verdade sobre um crime ocorrido anos atrás e, com a ajuda da Polícia do Quarto Império, consegue provas para incriminar o autor da sabotagem que resultou na morte de um parente; Gi finalmente agarra Dave; a detetive Hannah Chase encontra o criminoso Cabello dentro do quarto de Axl Logan e ambos estão atrás do Amor de Meduso.


Na vizinhança do Mercado de Especiarias, em San Myshuno.
No galpão onde Axl, Dave, Gi e Batera estão morando.





A detetive Hannah Chase subiu para “ver quem mais estava na casa”. Entrou na primeira porta depois da escada, que, para sorte dela, era o quarto temporário de Axl. Mas, lá dentro, estava Cabello.



— Mas que droga é essa?!! A Irmandade te mandou aqui, vagabundo?!! — Ela perguntou, extremamente irritada.
— Eu não sou vagabundo, ok? Estou aqui fazendo meu trabalho! E é claro que eles me mandaram! Mas não devo caramba de explicação nenhuma a você!!! — Ele respondeu tão bravo quanto a detetive.
— Como é que é?!! Você ousa me desafiar, maluco?!! Identificação agora! E tira logo essa máscara! — Ela exigiu.
E o bizarro era que ambos, embora alterados, falavam baixo para não chamar a atenção do resto da casa.
— Eu não vou fazer isso e...
— Quer que eu te dê voz de prisão? Sabe que eu posso fazer isso, então não brinca comigo! Tira a porcaria da máscara agora antes que eu te meta a algema!!!



— Ok, ok,... Não precisa engrossar! — Ele tirou a máscara, contra a vontade. Estava se perguntando se conseguiria lidar com ela em uma briga física; pensava que se a derrubasse, poderia pegar o Meduso e sair correndo. E ela não parecia muito forte. — Sou conhecido como Cabello! — E ele sabia que não adiantava mentir seu nome; depois ela certamente veria a ficha criminal dele e descobriria de qualquer jeito, então ele optou por dizer a verdade.
— Veio atrás do quê aqui, maluco?
Ele ficou meio ressabiado de falar, então ela repetiu:
— Abre o bico ou te levo para a cadeia agora!



— ...Vim atrás desse boneco rosa aí na prateleira. Eu soube que é um item raro e que vale uma boa quantidade de Simoleons! — Ele acabou falando, mas ainda tentou dar uma enrolada.
Ela riu sarcasticamente. Ignorou a parte mentirosa da informação dele. “Item raro uma ova! Até imagino quem entrou em contato com a Irmandade para que um desses bandidinhos pegasse o Meduso para ele: Victor, é claro!”, ela pensou.
— Não trocou o boneco, trocou? — Ela então o revistou rapidamente para saber se ele tinha substituído o Meduso e se estava com o “verdadeiro” com ele. Mas não. Ele não tinha feito isso.
— Não, não! Assim que entrei no quarto, você entrou em seguida!... — Então ele a encarou. — Mas e aí...? O que vai fazer?... — Ele perguntou, entre apreensivo e agressivo.



— O que acha que vou fazer, babaca? O que precisa ser feito: você vaza daqui sem o Meduso. Isso é assunto da polícia e quem vai resolver isso sou eu.
— Então você... Você não vai me prender? — Ele perguntou, confuso.
— Não vou te prender hoje. E você está me devendo um grande favor, queridinho. Agora te manda daqui antes que eu mude de ideia.



— Desculpa aê, mina gata. Mas não vou sair daqui sem esse boneco em minhas mãos! — Ele a enfrentou.



— Mesmo? — Ela sorriu, confiante.  Amigão, quem vê cara, não vê coração! E eu já morei nas ruas, maluco!!! Sei me virar muito bem na porrada! Vem! Cai dentro!



Então, quando ele foi para cima dela, Hannah tacou-lhe dois golpes: uma cotovelada atrás da cabeça e uma joelhada no estômago, que o deixou sem ar; ele não conseguiu nem gritar, nem se quisesse!



— Vai sair de boa ou vou ter que te bater mais e te prender hoje? Fala aí, vagabundo! — Ela o pegou de jeito!
— E-e-e-eu sa-sa-saiooooo! — Ele respondeu com dificuldade e sentindo muita dor. Tinha subestimado a policial. Ela lutava muito bem!



— Hmmmm... Então parece que nós nos entendemos, hein! — Ela disse, sentindo-se vitoriosa.
Cabello apenas fez que sim com a cabeça, se recuperando, respirando, já que ela o tinha deixado sem ar com o último golpe.



— Pois bem, “Cabello”. Avise à Irmandade que o Meduso é meu, que Victor Feng é meu. E se mais um de vocês, ladrõezinhos baratos, se meter no meu caminho, vou expor a organizaçãozinha criminosa de vocês e ferrar de vez com as suas atividades ilícitas na cidade, entendeu? Está bem claro?
— Entendi, entendi... — Ele respondeu, sentindo-se humilhado e intimidado.
— Ótimo. Agora, cai fora. Vaza daqui. Va-za. E lembre-se que está me devendo duas! Não uma, já que me fez quebrar a unha, babaca!



Então Cabello tratou de sair o mais rápido possível dali.




Pouco depois, Hannah foi bater nas outras duas portas naquele corredor. Cinco batidas fortes e enérgicas em cada uma.
— Peraí! Peraí, véi!!! A gente também está com fome, relaxe! — Dave respondeu de dentro do quarto. Achou que fosse o Batera.
— É a polícia. Abra a porta. — Hannah falou, ríspida.



Dave e Gizella ficaram tão desnorteados que vestiram uns roupões correndo e não demoraram a abrir a porta.
— Polícia?!! — Dave a olhou assustado quando a viu.
— Não quebramos a lei do silêncio, quebramos? — Gi riu.
— Nome e sobrenome de vocês, por favor. — Hannah pediu, rude.
— Como quem estamos falando? Podemos saber? — Gizella engrossou um pouco também; não curtiu o jeito arrogante da mulher.



— Eu sou a detetive Hannah Chase. Agora, na sala de vocês, encontra-se o policial Adam Bates. Estamos aqui com um mandado de busca e apreensão. Nosso objetivo é pegar um objeto que foi dado por engano ao Sr. Axl Logan Dwayne: um boneco colecionável chamado Amor de Meduso, que ele encontrou dentro do ar-condicionado da Sr.ª Ning Chanpuu, encontrada morta em seu apartamento um dia após a limpeza do diarista Sr. Dwayne ter sido realizada no local.
— Como é que é?! — Dave perguntou, confuso.
— Questão sigilosa, mas o boneco é importante para nossa investigação. Precisamos de duas testemunhas que nos acompanhem na busca pelo objeto no quarto do Sr. Dwayne, já que fomos avisados pelo Sr. “Batera” de que Axl não se encontra. — Hannah continuou.
— Deixe-me ver o papel. — Gi exigiu, educada, mas inflexível.
Hannah então mostrou o documento legal; e, no Quarto Império, um mandado desses podia ser cumprido em qualquer horário do dia ou da noite.
Gi leu friamente, analisou, olhou para Hannah e disse:
— Ok. Meu nome é Gizella Reeves e este é o primo de Axl: Dave Dale. Eu e Dave seremos as testemunhas. O quarto de Axl é logo ali. Vamos lá.



— Ok, Gi, dá para me explicar o que está acontecendo? — Dave perguntou baixinho para ela, enquanto Hannah chamava Adam, lá de cima, para que subisse. Ele ficou tão preocupado com o primo que não conseguiu assimilar muito do que a detetive falou.
— Eles precisam pegar algo para uma investigação. Relaxa. Tá tudo tranquilo com o Axl. — Gi disse, tentando acalmá-lo. — Vamos apenas acompanhá-los até o quarto do cabeçudo e eles vão procurar por um boneco, ok?...



E para lá eles foram, assim que Adam subiu.



Enquanto isso, lá embaixo, a pizza pedida chegava à casa.



Batera, de pijama, foi recebê-la.



— Opa, man. Valeu! — Ele agradeceu ao entregador.



— ‘Guenta só um minuto aí que te trago uma gorjeta, brother.
— Obrigado! — O rapaz ficou esperando.



Batera percebeu que os policiais já não estavam na sala. “Devem ter falado com Dave e Gi. Daí devem ter resolvido a parada deles e se mandado. E, pôxa,... Nem troquei número com a guria linda!”, pensou.
Chegou então na cozinha e, despreocupadamente, se certificou de que a pizza era mesmo de pepperoni, pois sempre havia a possibilidade do pedido vir trocado; e depois a colocou no forno desligado.
Em seguida, foi até a mesinha onde estava seu computador, abriu a gaveta, catou umas moedas e notas e as colocou em um envelope.



— Aí, man! Deve ter pouco mais de 10 Simoleons, cara.
— Nossa! Obrigado! Essa é minha primeira gorjeta da noite, acredita? — O homem disse, feliz.
— Acredito, man. Já entreguei pizza. Sei como é.
— Bem, obrigado mesmo, senhor! E bom apetite! A Pizzaria do Polvo agradece a preferência!



— Falou, man! Bom trabalho! — Batera disse.



Depois entrou e foi para o computador fuçar seu SIMbook.
Estava pacientemente esperando pelos amigos para que jantassem juntos.



Enquanto isso, lá em cima,...
— Nem precisamos procurar, hein. Aqui está o item! — Hannah falou como se ela não estivesse estado ali antes, claro.



— Ok. Então é só isso? Precisam de mais alguma coisa além de nossas assinaturas? Meu primo precisa falar com vocês ainda? — Dave perguntou. Mas então ele lembrou-se de que Axl lhe contou algo sobre o Meduso: — Epa! Eu lembro que ele me contou que quem lhe deu isso foi a Penélope Vibrante!



— Sr. Dale! Acalme-se, ok?!! Nós sabemos que foi Penélope quem deu o boneco para Axl. Mas ela fez isso porque acreditou que ele tinha encontrado o brinquedo dentro do ar-condicionado dela, não no de Ning!... Então se acalme e confie em nosso trabalho. — Hannah reclamou. — Lembre-se de que uma mulher foi morta e a resposta para o assassinato dela pode ter ligação com esse bonequinho ridículo que veio parar nas mãos de seu primo!



— Desculpe, eu só quis ajudar... Não sabia que vocês já tinham ciência disso... — Dave ficou meio sem graça com a resposta de Hannah.
E Adam deu uma discreta olhada de reprovação para a detetive. Ele achava que muitas vezes os métodos de sua colega eram atípicos. Então ele mesmo explicou a situação para os dois moradores da casa:
— Faz parte dos procedimentos. Precisamos que, assim que seu primo chegar, o avise que ele foi convocado a depor na Unidade Policial de Magnolia Promenade. Ele pode levar um advogado, se quiser. Eu até aconselho que faça isso. — E ele entregou o documento de intimação.
— Ok. Agradecemos, Sr. Bates. — Gi pegou o papel e respondeu por Dave, percebendo-o bem abatido já.



E Hannah pegou o Amor de Meduso.
— Obrigada pela colaboração. Agora só precisam assinar os documentos. — Ela disse, na dela.
— Tudo bem... — Dave foi o primeiro a fazer isso.
Gizella assinou depois.



— Escutem, não precisam ficar alarmados. Se estiver tudo bem com o Sr. Dwayne, ele será liberado e poderá esquecer de tudo isso em breve. — Adam disse. — Mas tentem levá-lo logo à polícia. Quanto antes ele for, mais cedo ficará fora dessa bagunça.
— Faremos isso. — Dave disse.
— Bem, já que terminamos o que tínhamos que fazer aqui, vamos embora. — Hannah falou.
— Vamos levá-los à porta... — Gi disse.



Assim, eles desceram.



Só não encontraram o Batera, na frente do computador, porque esse tinha acabado de entrar no banheiro.




Se despediram da detetive e do policial, com os agentes novamente agradecendo a colaboração dos dois.



Depois Dave e Gi entraram novamente na casa.
— Caramba! Mas tinha que ser o Axl envolvido numa coisa dessas?!! — Agora Dave falou irritado. A preocupação, claro, ainda presente, mas o nervoso sendo colocado para fora.



— Dave, me escuta,... — Gi segurou as mãos dele. — Tu já viu que não é nada grave. Agora vai pro teu quarto, coloca uma roupa e vamos jantar, ok? Porque quando o Axl chegar, se você for conversar com ele assim, cansado, estressado e faminto, não vai dar coisa que preste e depois você vai se arrepender, beleza?...
Ele a olhou e não resistiu à força do olhar dela. Algo em Gizella o acalmava, apesar do jeito dela às vezes ser bem direto e bruto. Então, após alguns segundos, ele suspirou e disse:
— Ok... Você está certa. Já te encontro na cozinha.



— Não demora, tá?... — Ela sorriu.
— Ok... — Ele respondeu com o coração mais calmo.






Poucas horas antes, naquele mesmo dia.
Na vizinhança do Distrito da Moda.



Mais um Festival Romântico estava acontecendo na cidade!
Como a banda tinha chegado de viagem na madrugada daquele dia, Isabella achou que a mãe não a deixaria sair, mas surpreendeu-se quando Marit a liberou quando ela pediu para “ir à casa de uma amiga”. Então Bella ligou para o namorado, Axl, e ficou sabendo que ele, Dave, Gi e o Batera agora estavam morando no galpão ao lado do Los Pardais. Pegou o carro dela e foi buscar o amado.



A primeira coisa que fizeram, ao chegar ao lugar, foi comprar as camisas do evento e vestir; depois, foram beber chá de Sakura.
— Me desculpa por eu não ter descido para ver o novo cantinho de vocês... É que queria aproveitar bastante esse tempinho contigo.
— Ah, Bella mia, mas você nem perdeu nada! Ainda está tudo muito sujo por lá... E eu ainda nem arrumei meu quarto. — Ele disse, olhando a bebida. — Acho que vou dormir na sala hoje.



Ela ficou quieta por alguns segundos, então disse:
— Axl,... Estou achando que quando chegar em casa, vou ter problemas com o Nick. Ele deve estar pirado porque viajei com a banda e não disse nada.
— E o que ele poderia fazer? — Ele perguntou, provando o chá.
— Não sei... — Ela até imaginava, mas não queria dizer.
— Bella mia, eu vou te deixar na tua casa hoje, ok?...
— Nada disso. Esquece isso. Só vai piorar tudo. — Ela bateu o pé.
— Vai piorar nada!
— Vai piorar sim!
— Pois eu tenho uma ideia! Vamos ver o que a Guru nos diz sobre isso! — Ele sorriu.
E ela, encantada com o sorriso do amado, esqueceu momentaneamente o tamanho da ameaça que era o irmão:
— Beleza, Axl, beleza! Vamos nessa, bem!



E os dois se aproximaram da senhorinha.
— Oi, Dona Guru! — Axl sorriu. — Essa é minha linda namorada: Isabella. A luz do meu viver, os riffs da minha guitarra, a musa da minha escola de samba que toca metal. — Ele disse, apaixonadinho. — Eu queria saber se eu deveria deixar a minha deusinha na porta da casa dela, para ela se sentir mais segura.
Bella, derretida com as palavras dele, ainda conseguiu acrescentar a informação:
— É que o meu irmão é brabo, luta muito, é ciumento, está muito chateado comigo, é contra meu relacionamento com esse moço lindo e eu não acho que vai dar boa coisa ele me deixar lá.



— Oh, mas que drama é esse, crianças? Vocês não têm motivos para grandes preocupações! Eu posso ver que se amam de verdade e o amor vence tudo!... Esse brilho em seus olhos é perceptível! — A Guru sorriu. — Eu acredito que qualquer família respeitaria um namorado que cuida da segurança de sua amada. Eles vão gostar muito de ver que você a deixou segura na porta de casa! Isso demonstra cuidado, carinho, amor e responsabilidade.



— Tá vendo, Bella mia? São as palavras sábias da Guru do festival! — Ele a olhou, sorrindo.
— Faz o seguinte,... Você me deixa na frente do prédio, mas não na porta do apartamento, ok?... Vou deixar a poeira baixar e vou conversar com eles para te apresentar oficialmente como meu namorado, o que acha? — Ela sorriu.
— Eu acho mega ótimo! — Ele respondeu, feliz.
— Agora deixa eu saber o que a Guru vê no meu futuro próximo com você! — Ela riu.
— E eu quero ouvir alguma coisa também! — Ele disse, animado.
E então a Guru lhes deu as respostas abaixo:




— Vá e aaaaame!!! — A Guru deu algumas pétalas para Axl jogar em sua amada.
— Que lindooooooo!!! — Bella sorriu, feliz com aquele momento.
— E agora aproveitem bastante nosso festival! — A senhora disse, com muita simpatia.
— Obrigada, Guru! — Bella agradeceu.
— Valeu mesmo, Guru! — Axl deu um joinha duplo para ela, alegre.




Dali, focaram em aproveitar cada minuto do evento!
Viram o arco de casamento que havia no local para os casais mais empolgados que decidissem dar o tão importante próximo passo; ficaram sonhando com o dia em que seria a vez deles!



Viram os quadros que estavam à venda.



Se divertiram acendendo as “estrelinhas”



E soprando bolhas!




Depois, Axl comprou uma rosa para dar para sua amada!



Ele tomou um pouco de vinho no bar... Ela tomou uma bebida sem néctar, já que iria dirigir.



Axl comprou lembrancinhas para os dois e não deixou Bella pagar nada. Ele e Dave tinham sido ensinados que assim deveria ser. Axl nem era tão inflexível quanto a isso, mas Dave já o tinha assombrado o suficiente sobre o quão a família de Isabella iria odiá-lo e achá-lo um aproveitador se ele a deixasse pagar qualquer coisa para ele. Então o vocalista não queria dar chances de algo assim acontecer.



Mais tarde, compraram um lanche e se sentaram em uma das mesinhas próximas disponíveis.



— Bem,... Tem uma coisa que eu gostaria de te perguntar... — Ela disse. — Já que breve vou te apresentar lá em casa, topa ir ao casamento de um amigo de minha mãe?... Será daqui a dois meses...



— Para tocarmos lá? — Ele se animou.



— Não, ooooh!!!... Como convidado, me acompanhando!



— Aaaaaaah, tá!... Vamos sim então!... Só tenho que pensar em uma roupa para usar. Não sei se tenho roupas para casamentos. Mas daqui pra lá, eu vejo isso. — Ele disse, despreocupado. — E tem certeza de que a gente não pode tocar lá?



— Tenho, Axl, tenho certeza. Não vamos tocar lá. Mas tem outra coisa: não precisa se preocupar com a roupa que usará, ok? Eu cuido disso. — Bella sabia que se não cuidasse dessa parte, era certo que ele apareceria lá trajando algo bem extravagante e ela queria evitar que a família dela tivesse qualquer motivo para falar mal dele. Ela mesma achava o maior barato os visuais loucos que o namorado montava, mas sabia que a impressão geral não era das melhores.
— Então tá bom! — Ele sorriu. — Fotinhas?




E logo eles estavam batendo fotos, coisa que amavam fazer, principalmente juntos.
Assim, ficaram nesse clima de diversão até o final do evento. Depois, foram para o estacionamento, onde pegaram o carro e seguiram para a vizinhança da Cidade Alta.





De volta ao “Depósito”,...




Eles finalmente conseguiram se reunir para jantar. E todos três de pijama, já que estava muito tarde.



Dave era o mais calado ali.
E fora os comentários do Batera sobre a beleza da detetive, não se aprofundaram em comentar sobre a visita inesperada dos agentes.



Conversaram sobre a banda, sobre a necessidade de escreverem as próprias músicas, mas a empolgação não estava presente na mesa. O fato era que estavam cansados após o longo dia cuidando do novo local e da mudança com as coisas de Gi.



Ao final do jantar, a tecladista levantou-se:
— Bem, guris, já que fiz o rango, nada mais justo que cuidem das louças, né?
— Com certeza! — Batera sorriu. — E repito, Gi: o salmão estava muito show!
— Estava mesmo! — Dave forçou um sorriso. — Agora vai descansar. Dorme bem! — Ele queria ter se despedido dela de outra forma, mas a cabeça dele estava a mil.



— Boa noite, guris! — Ela subiu a escada.
— Boa noite! — Os dois responderam ao mesmo tempo.
— Escuta, Batera, guarda só o que sobrou na geladeira. Eu cuido da louça. Estou meio sem sono ainda.
— Certeza?... — Josh perguntou.
— Certeza, man.
— Então falou. — O baterista tratou de fazer isso.



Guardou as sobras na geladeira.
— Eu posso ajudar a guardar os pratos então, Dave. — Ele insistiu.



— Nah, man. Relaxe. Tô sem sono mesmo. Mas sei que tu tá caindo, mermão. Vai nessa, man. Vai dormir, brother. — O baixista respondeu, focando em sua tarefa.



— Beleza então, véi. Mas tenta descansar também. Amanhã é dia de Mercado das Pulgas e tu sabe que precisamos ganhar alguma graninha lá.
— Tô ligado, Batera. Agora te manda, cara! — Dave sorriu.
— Boa noite, fera! — Então Josh seguiu para dormir.



Depois que terminou de limpar e organizar tudo, Dave subiu.



Ele precisava de um ar.



E aquela varanda se mostrou o lugar ideal para ele dar uma espairecida, desanuviar a mente.



Ficou escutando durante algum tempo os sons da cidade à noite. E, vez ou outra, via algumas figuras estranhas que passavam pela praça. Mas estava gostando mesmo era do vento leve que batia ali. E não estava frio; a temperatura estava perfeita, confortável.
Assim, ele ficou ali, perdido em seus pensamentos e na vista que tinha.



Lembrou-se então da conversa com Big Joe, que afirmou que Isabella nada tinha a ver com a futura compra daquele lugar. Então, só havia outra pessoa que poderia estar interessada em fazer aquilo por eles...



Mas como já era madrugada e não queria ser inconveniente, decidiu apenas mandar um sms para o alvo de suas suspeitas: “Boa noite... Espero que sua irritação tenha passado... Sinto sua falta todos os dias... Posso te ligar amanhã às 20h?... Te amo muito. Muito, muito, muito mesmo. Ass.: Dado.”.



Sentindo-se mais leve, finalmente foi dormir.







Vizinhança da Cidade Alta.




Bem tarde na madrugada quando eles chegaram à área mais rica da cidade: lar de famosos, de milionários e de bilionários como a família Refaeli.
Antes de subirem, quando ainda estavam no carro, Isabella pediu que voltassem a vestir a blusa e a camisa com a qual foram para o festival, no lugar de subirem usando aquelas que compraram e vestiram no evento; não queria que vizinhos, que poderiam estar por ali, soubessem que eles estiveram lá. A informação poderia bater nos ouvidos de sua mãe e/ou de seu irmão; assim ela pensava.
— Ainda acho que devia contar para sua mãe que foi ao evento comigo... Parece-me tão errado você mentir para ela... — Ele disse. Estava incomodado com isso.
— Eu sei, bê... Mas logo vou te apresentar e não precisarei mais fazer isso, ok? Prometo. — Ela também não se sentia muito bem ao não falar a verdade para Marit, mas a vontade de ver o namorado era maior do que a noção.



— Promete, né?... Mentir é feio... O Dave sempre me diz isso... — Ele disse, pensativo.
— Prometo sim. E da próxima vez que viermos aqui, está vendo esse prédio aí? Eu, a mamãe e o Nick vamos nos mudar para ele. A mãe comprou o último andar e mandou construir uma cópia da casa onde morávamos com o papai em Windenburg.
— Mas não era aí aquele restaurante...
— Onde você foi com a cópia mal feita da Jessica Rabbit? — Já o interrompeu meio irritada só de se lembrar. — É sim. O Sky Dining II ficava aí. Não fica mais.



Então andaram calados por alguns minutos.
Ela tentando se esquecer da Jessica; ele, apenas olhando o local.
Depois de um tempinho, eles quase chegando, Axl se lembrou de algo:
— Bella, amanhã tem Mercado das Pulgas! Não quer chamar sua mãe para ir com a gente? Eles vendem alguns móveis e itens de casa bem legais por lá, e já que estão de mudança, podem conseguir várias coisas por um preço bem em conta, apesar de que muita coisa lá é usada! — Ele sorriu.
— Ãaaan... — Bella sabia que o gosto requintado de sua mãe sempre a manteria afastada de um mercado desse tipo, mas ela não queria que Axl achasse sua família esnobe. — Eu não sei se ela terá tempo para ir com a gente, mas eu estarei lá com você, o que acha?...
— Eu acho ótimo! — Ele sorriu.



Pararam então em frente à entrada do prédio onde havia o tríplex em que ela morava.
Então os dois se abraçaram forte.
— Tem certeza que não posso subir e te deixar na porta da sua casa?... — Ele perguntou.



— Tenho, bê,... — Ela deu um beijo no rosto dele. — Devem estar todos dormindo uma hora dessas...
— Então tá bom... Dorme bem, tá?... — Então, quando ela estava saindo, ele a puxou de volta para bem perto dele, com carinho, e lhe disse: — Não esquece que eu te amo, Bella mia...
— Também te amo, Axl... E amei nossa ida ao festival!...



No entanto, para a infelicidade dos dois pombinhos, Nickollas chegava da balada, acompanhado de seus amigos: Liam (de blusa azul), Filipe (de blusa branca) e Trevon (de blusa vermelha).



— Caraca, maluco!!! Olha que gatinha o sujeito ali tá pegando! — Filipe chega bateu palmas ao ver a cena do beijo do casal. Não reconheceu Isabella.
— Tá viajando, Filipe?! Quer que eu te quebre na porrada, maluco?!! Aquela é minha irmã, p%$$@! — Nickollas disse, irritado.



— Liam, vai lá e carrega a Isabella daqui! Leva ela lá pra cima ou vou meter porrada nela também!!! — Nick disse para o amigo, já cheio de ódio.
A questão é que todos os quatro ali estavam bem altos de tanto que tomaram Néctar nos clubes onde foram.
— Beleza, beleza, mas pega leve com o guri. — Liam ainda aconselhou.
— Pega leve o caramba! Esse cara tem que apanhar mesmo! Eu te ajudo, Nick! — Trevon deu apoio a seu brother.



E Liam foi até o casal.
— Desculpa separar vocês dois aí. — Ele interrompeu o beijo deles. — Mas você precisa subir agora, Isabella.
Então ele a puxou pelo braço, tentando não machucar a guria.



— Calma lá! O que você tá fazendo? — Ela se soltou dele, tão confusa com o comportamento de Liam que não notou Nick se aproximando de Axl; nem o próprio vocalista notou, já que focou no sujeito segurando o braço da namorada dele.
— Ei, larga a minha Bella, maluco!!! Já não te vi em algum lugar? — Axl não se lembrou de que falou com ele na GeekCon e de que o viu no Sky Dining II.
— Não, não viu. — Liam respondeu o garoto com rispidez. Então olhou para a garota e disse: — Vem comigo, Isabella!
Então ela viu o irmão e entendeu o que aconteceria. Pegou seu celular, disposta a ligar para a polícia. Mas assim que Nick viu isso, deu um tapão tão grande na mão da irmã que o celular dela caiu no chão, ao mesmo tempo em que ele dava a ordem para um dos amigos:
— Trevon, pega essa porcaria, quebra e joga fora!
E Liam aproveitou o momento sem reação dela para puxá-la pelo braço novamente, tirando-a dali à força.



Mas quando Liam fez isso, Axl foi para cima dele para fazê-lo soltar Isabella. No entanto, Nick se intrometeu e empurrou o vocalista para trás, com violência.
— Eiiii!!! Qualé?!! — Axl reclamou.
— “Qualé”?! Vocabulário bem típico de um Zé Ninguém que veio parar no lugar errado!!! SABE QUEM EU SOU, BABACA?!!
Axl, na adrenalina, pensou rápido (coisa rara) e respondeu ao vê-lo acompanhado dos outros:
— Pela vestimenta, deve ser o líder do grupo de Power Rangers malignos que apareceu para encher o saco de quem está na paz!!!



— Mas olha só! Temos um “Xeroque Rolmes” aqui! — Filipe disse, sarcástico.
— Filipão, man, essa frase não se aplica ao momento... — Trevon comentou.
— Calem a boca vocês dois! Eu me resolvo com esse mané!!! — Nick então olhou para Axl e disse, ameaçador: — Resposta errada, maluco!!! Eu sou o irmão mais velho da Isabella!!! Da guria que tu teve a audácia de mexer, otário!!! — Nick disse, virado.



— Cunhado?!! É você?!! — Só então Axl o reconheceu; se lembrou de que tinha visto fotos de Bella com ele no SIMbook dela. Mas aquela era a primeira vez que eles dois se viam pessoalmente.



— Tu me chamou de quê, maluco?!! Agora vou te ensinar uma lição pra você nunca mais chegar perto da minha maninha!!! — Nickollas então partiu para cima do vocalista.




Foi quando Isabella conseguiu finalmente se soltar novamente de Liam:
— ME LARGA, LIAM!!! EU NÃO VOU DEIXAR O NICK... — Mas era tarde demais e ela então viu o irmão metendo porrada em Axl, com o apoio dos outros rapazes, que ela sabia que logo se juntariam à briga.





— Isabella, me desculpa, mas não vou te deixar aqui vendo isso! Você vai subir agora comigo, ok? Não dificulta!!! — Então Liam agarrou a guria, que agora esperneava e gritava, tentando se soltar, e rumou para dentro do edifício com ela.












Obrigada, amigo Simmer, por acompanhar minha história!
Deixe seu comentário abaixo!
Tenha uma ótima semana! :)



CRÉDITOS:

SIMS:
Baixados da Galeria e, alguns, modificados.

LOCAIS:
Residência “O Depósito”: Grungy Warehouse, by MaxisCreator_01; a versão da história está AQUI;
Bar Los Pardais: by isarpgista;
Bar Rockstarrz: by sueladysims.



Obrigada a todos criadores!
Thank you to all creators!


19 comentários:

  1. Que capítulo cheio de ação! Duas brigas de uma vez só! Quem será essa moça que Dave mandou que amava?! (Eu não lembro :( ) E ainda continuo curiosa pela compradora dá casa!
    Cabello mereceu os tabefes mesmo! Uahauahaua Mas ainda shippo Hannah com Batera :D
    E A IMAGEM DO JOINHA?! AUHAUAHAUAHA
    Acho um amor a relação de Axl e Bella, porém fiquei com dó dele apanhando do Nick! Rapaz sem noção >:( Espero que tudo fique bem! Amei o capítulo, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii, Deniiii! :D
      Pois é! Duas brigas! Rs... E breve essa pessoa que Dave disse que amava irá aparecer! A compradora da casa também! Rs... E concordo que Cabello merece se dar mal. Teve uma oportunidade única de sair da vida do crime, mas preferiu ficar nessa. E quanto a Hannah e Batera, não sei ainda se haverá algo entre os dois ou não. Rs... E eu não resisti! xD Tive que colocar a imagem do Joinha! Huhauhuahuahuhua... E concordo contigo: muito lindo o Axl com a Bella. Daí veio o Nick para atrapalhar tudo! Mais sobre o que acontecerá no próximo capítulo! :)
      E obrigada pelo comment!!! Beijão! :D

      Excluir
  2. Respostas
    1. Ooownti, muuuuito feliz de ler isso!!! E muito obrigada pelo comentário!!! \o/ :D S2

      Excluir
  3. 01 "Gi finalmente agarra Dave" E se agarra!

    02. "mina gata": Cabello reconhece!!!
    Tô vendo faíscas entre os dois! Faíscas, estrelas, poeira, ponta-pés, socos no estômnago... Que lindo! Tão romântico!

    03. E Hannah já conmhece a Irmandade! Do que mais ela sabe? E pq ela lioberou o Cabello? Só para entregar o recado? Agora tô com medo de que a Irmandade faça algyum mal a ele.

    04. Batera já trabalhou como entregador de pizza? Que lindo!!!!

    05. E a conexão de Gi e Dave é tão linda!

    06. E Batera nem viu mais a "mina gata". Ele é muito novo para ela de qualquer forma. :) Tem quantos anos? Uns 18? Ela deve ter mais para ter conquistado o posto dela na polícia. Ou será que ele gosta de uma mina mais velha, como uma certa japa?

    07. Axl dizendo: "minha escola de samba que toca metal." E não é que tocam mesmo?
    http://g1.globo.com/carnaval/2011/noticia/2011/02/blocos-de-carnaval-tocam-beatles-rock-brega-sertanejo-e-frevo-no-rio.html

    08. E os memes que Sally postou?
    Sabe de nada, Inocente!
    E gostei do print o festival!

    09. Roupa extravagante nada! Só um terno brega, talvez o mesmo que usou em Colina Formosa ou o que usou no restaurante com Jessiuca Rabbit. Ou o pijama com chinelo. Roupa casual. Super tranquila!

    10. Xiiii!!!! Que SMS foi aquele? Se não é SMS para mãe (que merece mesmo amor, mesmo que seja uma Dona Marta!), foi para uma ex e vai dar treta!
    (BARRAAAAAAACOOOOO! BARRAAAAAAACOOOOO! BARRAAAAAAACOOOOO!)

    11. Tão fofo Axl e Bela juntos. Mas eu tô torcendo mais para certo alguém (my Heroine de San Myshuno) dar um soco bem dado em Nick! Um gancho de direita em Trevon, um quebra-nozes em Filipe e o que quiser com Liam!
    Grrrrr para Nick e amigos!


    Amei o capítulo, Sally! Mas estou tão agoniada por Axl e Bella agora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii, Déa!!!
      Respondendo! :)

      01. Gi é mulher de atitude! Essa daí não perde tempo! :)

      02. Cabello é um criminoso. Acho MUITO difícil Hannah olhá-lo de uma maneira romântica. :)

      03. Bem capaz dele ter problemas com sua organização criminosa, afinal, vai retornar sem o Meduso.

      04. Sim, sim. Batera se vira como pode! :)

      05. Dave e Gi. Eu tb gosto deles juntos! :)

      06. Batera tem 21, mesma idade do Nick. Hannah tem 29. Mas nosso Josh não se importa com idades (não sendo de menor, claro).

      07. Tá vendo? Axl sabe o que diz! Rs...

      08. Não resisti àquele meme. Rs...

      09. Aham. “Super tranquila”. Kkkkkkkkkkkkkkkkk... Ainda bem que Isabella conhece o namorado que tem. Rs...

      10. Essa pessoa breve aparecerá na história! :D

      11. Sim, sim,... Axl e Bella juntos são muito fofos. Daí Nick e amigos apareceram e estragaram o momento. Mas pode ter certeza de que eles também vão apanhar. De quem? Cenas do próximo capítulo! xD :D


      E não fique agoniada, Déa! O desfecho dessa situação virá na parte 14!
      Beijão e obrigada pelo comentário! :D

      Excluir
  4. E Liam tá com a cara cheia de bebida! Espero que Axl dê uma reviravolta na briga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... Liam se sujando por pouco. E veremos como tudo acontecerá no próximo capítulo, Déa! Beijocas! :)

      Excluir
    2. Errei. Quando citei Liam era me referindo a Nick. Torço por Axl!

      Excluir
  5. "Não quebramos a lei do silêncio, quebramo?" Gente, tava sinistro ali no quarto hein kkkkk


    Dois casais felizes, Dave e Gi, Axl e Bella *-*
    Adorei as palavras da Guru ...
    MASOQ foi esse joinha duplo? o.O

    Ei, espera ai, Te amo muito muito, ass DADO? Que que é isso Dave? Espero que seja um PARENTE, OUVIU? Nada de aprontar com a Gi.

    Estava tudo indo tão bem para os dois casais, agora mais essa no final. Tadinho do Axl, isso não é justo com ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huhauhuahuhauhuahuahua... Ri demais com teu comment! Kkkkkkkkk...
      E não resisti ao joinha duplo. xD
      Poooooooooois... Quem será essa pessoa que chamou o Dave de Dado? Quem será????? Breve saberemos! :D
      E pois é, né?... Tudo indo tão bem e algo assim aconteceu... Vamos ver no que vai dar! :D
      Beijocas e obrigada pelo comment, Nihal! :D

      Excluir
  6. Adoro a Hanan, ela tem personalidade e força!
    Mas que triste gente, tão batendo no Axl, muita pena dele, não tem ninguém para defender ele poxa! =/ Sabia que levar ela em casa não ia prestar.

    Logo agora que estavam tão bonitinhos no festival!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hannah realmente tem uma personalidade bem forte! Rs...
      E uma pena mesmo o que houve com o Axl, né? :( O Nick é um babaca!
      Obrigada pelo comment, Jess!!! :D S2

      Excluir
  7. Gente e esses babacas batendo no Axl? Dá um tempo né queridos, que tal fazer algo de útil na vida. E eles estavam tão fofos no Festival Romântico, torço por esse casal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babacas mesmo, né? E Nick é o babaca-mor! Esses guris precisam crescer! E fico feliz que torce pelos dois, Alice! Obrigada pelo comment! :D S2

      Excluir
  8. 1- Eu não suporto Hannah. Ela é detestável e fria. Corre dessa, Batera!
    2- Super amei que Gi respondeu/enfrentou a rata da Hannah a altura! Isso aí, Gi!
    3- Confesso que fiquei com pena da surra que o Cabello tomou! xD
    4-As cenas Bexl ficaram lindaaaaaaas! Meu shiper supremo! \o/
    5- Mas genteeeeeeeeeeeee! Quem é essa pessoa que o Dave tá mandando mensagem? :0 Espero que seja somente um parente ou algo do tipo.
    6- Batera tem um coração super bom! :D
    7- A cada capítulo que se passa eu tenho mais nojo do Nick!Espero que vá pro quinto dos infernos!

    Otimo capítulo, Sally. Como sempre! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lukeeeeeeeee!!! Weeeeeeeeeeeee!!!
      Maravilhoso ver seus comments aqui!!! \o/ Respondendo: :D

      1. Suuuuuuuuuuper concordo contigo!!! Detestável, fria, mal educada, grossa com as pessoas! Essa garota ainda tem muuuuuuuuuuito que aprender na vida!!!
      2. Gi maravilhosa, né? Adoooooooooro a Gi! :D S2
      3. Huhauhauhuhauhahau... O Cabello precisa sair dessa vida de crime! Não leva ninguém a coisas boas! :)
      4. Bexl? Ameiiiiiiiii o nome do casal!!! Rs... Sério! Mega amei! :D E, Luke, tb acho os dois tãooooo cute juntos! S2 :)
      5. Em um capítulo mais á frente, isso será revelado! :)
      6. O Batera é um fofo! :) S2
      7. Somos dois! Tb tenho nojo do Nick! Ele é do tipo "bonitinho, mas ordinário". Não vale o que come!

      Luke, muuuuuito obrigada por seus comments!!!
      Amei demaaaaaaaaaais!!! Beijocas! :D S2

      Excluir
  9. Oieeeeee
    Comentando:
    1. Olha o Cabello querendo enrolar a Hannah
    2. Eita que ela deu um pau no Cabello
    3. Gi fez bem em pedir o mandato, podia ser qualquer pessoa vestida de policial para invadir a casa
    4. Olha o Batera pensando na policial kkkk querendo o número kkkk
    5. Que fofa a Gi acalmando o Dave :D
    6. Tadinha da Bella, se preocupando com o mala do Nick
    7. Alx e Bella juntos são tão amorzinhos <3
    8. "— Oi, Dona Guru! — Axl sorriu. — Essa é minha linda namorada: Isabella. A luz do meu viver, os riffs da minha guitarra, a musa da minha escola de samba que toca metal. — Ele disse, apaixonadinho." QUE FOFINHO AAAAAAAAAA
    9. Hahahaha adorei a imagem do "joinha duplo pra vc"
    10. Adorei a Guru ajudando o casal :D
    11. "Axl comprou lembrancinhas para os dois e não deixou Bella pagar nada. Ele e Dave tinham sido ensinados que assim deveria ser." Cavalheiros :D
    12. Que sms é esse, hein Dave???? :o
    13. Droga! Axl e Bella não podem ser felizes que esse chato do Nick aparece :(
    14. "— Liam, vai lá e carrega a Isabella daqui! Leva ela lá pra cima ou vou meter porrada nela também!!! — Nick disse para o amigo, já cheio de ódio." Que isso cara?? :o :o
    15. Que ódio desse Nick
    16. "— Pela vestimenta, deve ser o líder do grupo de Power Rangers malignos que apareceu para encher o saco de quem está na paz!!!" Kkkkkkkkkk
    17. "— Mas olha só! Temos um “Xeroque Rolmes” aqui! — Filipe disse, sarcástico." Kkkkkkk MEU Deus to rindo muito
    18. Que desgraçados!! Bateram no Axl
    Bella pelo amor de Deus da um basta nisso. Esse Nick e seus amigos devem ser presos.

    Adorei o capítulo: divertido, romântico e tenso.

    :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieeee! :)
      Respondendo:

      1. Cabello é sem noção. Rs...
      2. Hannah é braba! xD
      3. A Gi é bem esperta. Ela não dorme no ponto.
      4. O Batera não pode ver uma guria bonita! xD
      5. Ela é uma gracinha! :)
      6. Família é família. Apesar do irmão ser do jeito que é, ela ainda se preocupa com ele.
      7. Né? :) os dois se amam demais! :) S2
      8. Rs... Ele é muito apaixonado pela namorada dele! :)
      9. Tive que colocar, já que os Sims no jogo não fazem isso. xD
      10. A Guru desse festival é uma fofa! :)
      11. Sim, sim. A vó deles os ensinou super bem. :)
      12. Né? Boa pergunta!
      13. O Nick moooooorre de ciúmes da mãe e da irmã. =// Muito chato isso.
      14. Nojo da babaquice do Nick, né? Dá raiva!
      15. Com certeza! Ele é muito babaca!
      16. Essa tirada foi ótima, né? xD
      17. Kkkkkkkkkkkkkkkkk... xD
      18. Infelizmente sim... :(
      Devem ser presos siiiiiiiiiiiiiim. Super concordo.

      Obaaaa! Muito obrigada pelo comentário! :)

      Excluir