sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Axl Logan - 21 - Dois Anos Depois


Essa é a história de um Sim chamado Axl Logan.
Acompanhe aqui suas aventuras (e desventuras)!

Dica: para uma melhor visualização (zoom), segure Ctrl e aperte o sinal de + no seu teclado (aperte - para diminuir).








ATENÇÃO, AMIGO (A) SIMMER! DÁ UMA LIDA AQUI:

Após ler o capítulo abaixo, deixe seu comentário, aqui mesmo no blog (no final da página) ou no post, no Facebook, em “Histórias da Sally Winter no The Sims”! Seu comentário é importante e me incentiva bastante! Um grande abraço! J


Axl Logan
Livro II
Despertando

Capítulo 21 – Dois Anos Depois


Resumo do capítulo passado: Elle DeVampiro comparece à despedida de alguém que partiu desta vida e, no local, através de Dave, fica sabendo que Axl não conseguiu ver Isabella na Clínica Baroni; a Nordic Lhama toca no Festival de Música de Newcrest; Richard Geffen se coloca à disposição da banda para, quem sabe um dia, trabalhar com eles; Gizella e Dave finalmente sentam para conversar; Dave assume que está namorando Samara; Gi “Trixie” troca mensagens online com “Midas”; Milana consegue arrancar uma história pessoal de Josh Batera, enquanto os dois ficam; Axl canta uma música, lembrando-se de sua amada Isabella, enquanto encerra a apresentação, já que, pela manhã, ele e o primo partem para a cidade onde a avó deles vive.



Dois anos depois.
Vizinhança Embarcadouro dos Bigodes, em Brindleton Bay.
Clube Calico; manhã.





— Liam, é hoje. — Isabella disse, enquanto segurava Sushi, seu gato da raça Ragdoll.
— Eu sei. Você passou essas duas últimas semanas me lembrando disso e, pra falar a verdade, estou até aliviado. Certo, Chad? — Liam sorriu para o cachorro, que era o Pitbull de Nick. — Essa situação já se prolongou por tempo demais.
— É verdade. Mas você sabe muito bem porque tá nessa.
— Beleza. Vamos mudar de assunto? — Ele pediu, meio incomodado com aquela conversa.



Perto dos dois, o irmão de Isabella conversava com Lori, que agora era sua empresária. Famoso, como playboy, ele sempre foi, mas, no último ano, tinha se destacado como modelo e, principalmente, como ator (após fazer muito sucesso como protagonista do filme “Guardiões de Sixam”). Era o queridinho da mídia no momento e sua cara estava em todos os lugares. E só conseguiram tornar possível o ensaio fotográfico ali, mais cedo, porque usaram um sósia para fazer os fãs dele pensarem que Nickollas estaria em outro lugar. Aquelas fotos seriam para a capa de uma revista sobre surfing. Agora, toda a equipe já tinha saído, mas ainda voltaria para buscar aqueles últimos equipamentos.
— Lori, você falou com a Jade? Já liguei uma vez essa semana e não vou correr mais atrás. Era pra ela estar aqui. — Ele disse, um pouco chateado.
— Você realmente chama isso de “correr atrás”, Nick? Me poupe!
— Ela tá querendo dar uma de difícil agora! Só pode!




— Vou refrescar sua memória: você levou a Jade para aquela festa de pós-SimOscar, cheia de celebridades, e ela te pegou se agarrando escondido com a Lace Carry.



— Ok. Culpado. Eu e a Lace nos demos muito bem trabalhando juntos no filme. Rolou uma super química. Mas a Jade viaja, né? Quem ela pensa que é para achar que pode concorrer com uma atriz como a Lace? Deu mole, peguei mesmo e pegaria de novo! Qual cara não faria o mesmo?



— É. Talvez você esteja certo. Ou não. Mas abre o olho que mulher doída se vinga, meu querido. — Ela riu. — Você já deveria saber disso.
— Ah, tá. Até parece que a Jade conseguiria pegar alguém melhor do que eu. — Ele deu risada, fingindo que não estava ligando; então olhou para o cachorro e o chamou: — Chad!!! Vem cá, papai!!! — E o animal correu até ele, feliz. — Vamos pra piscina, garotão?



Mas Chad não quis seguir o dono, que então entrou na água e nadou até Terry.
— E aí, man. Nervoso com o casamento que se aproxima? — Nick perguntou, em tom de zoeira.
— Se nem a Lori está nervosa, imagina eu! — Ele deu risada. — Mas que ensaio foi esse, cara? Achei que haveria umas gatas aqui pra gente trocar os números dos celulares com elas.
— Na frente da Lori, é? Deixa ela pegar e tu tá ferrado. — Nickollas riu.
— Já te falei que eu e ela não somos tão ciumentos um com o outro. Mantendo a discrição, tudo é permitido. — Ele disse.



— Então, tu não ia ficar bem p#&% se pegasse a TUA noiva com outro?! Duvido!
— Nem perigo. A Lori é que nem tua irmã: mulher pra casar. Não é que nem essas v@&*@$ que a gente pega por aí não. E, falando na tua irmã, você deve estar bem feliz que ela voltou, né? Ainda mais com ela e o Liam juntos. Tão namorando desde quando mesmo? Desde que ela se mudou para o Terceiro Império?
— É. Relacionamento à distância, mas ele ia muito vê-la lá. E tô feliz sim, man. Eu e a Bella tivemos nossos momentos ruins, mas eu amo minha irmã. E ainda bem que ela e o Liam se entenderam. Além de meu amigo, ele é alguém de confiança e do nosso nível. E, se está aprontando com ela, tá me respeitando. Nunca traiu minha irmã na minha frente.
— É isso aê! Ele tem mesmo que respeitar o cunhado, rapáh! — Terry zoou.



Enquanto isso, Liam e Isabella ainda conversavam ali perto:
— Você não vai se esquecer de postar antes no teu status, né, Bella? E de me mandar uma mensagem me avisando para eu fazer o mesmo, certo? — Ele perguntou, mais uma vez, enquanto olhava os dois amigos na piscina conversando; Liam estava um pouco preocupado porque não queria problemas com eles.
— Vou te mandar mensagem e a gente posta juntos, Liam! Relaxa! E só vou contar pra Lori.
— Que vai contar pro Terry, que vai contar pro Nick. E, daí, eu vou me ferrar.
— Já conversamos sobre isso antes. Ela é minha melhor amiga e confio nela. — Isabella disse, dando atenção ao gatinho. — E fala mais baixo que a Lori tá perto.



— Ouvi meu nome, hein! — A jovem empresária riu. — O que os dois bonitinhos estão falando aí de mim?



— Que você devia estar de biquíni. Está bem quente hoje. — Bella falou.
— Quente pra vocês Refaeli, que são nativos daquela terra gelada! Pra mim, está um pouco frio! E minha raiva é que, na pressa de vir para cá e não me atrasar com a equipe e com Nick, esqueci de colocar um casaquinho e uma calça na minha bolsa. E estou até com minha roupa de banho por baixo, porque achei que fosse esquentar! Uma pena que não. Até a praia daqui é inútil, já que a água é um gelo!... Ei, Chad! Volta aqui, menino! — Ela chamou o cachorro, que já queria correr por aí.




E Isabella e Liam se sentaram na borda da piscina; e logo Nick e Terry se juntaram aos dois.
— A única coisa que quero agora é dar uma relaxada. — Lori disse, brincando com o cachorro.



— Lori é a primeira noiva que conheço que não é uma “Bridezilla”*. — Isabella riu.
— E qual seria minha preocupação com o casamento? Escolhi os melhores para organizarem meu evento! — Ela deu risada também.
— Quem diria é que vocês finalmente iriam se acertar, hein, Terry e Lori! Ficavam sempre falando que não tinham nada sério! — Liam zoou o casal.


* Nota: Bridezilla é uma mistura das palavras “bride” (em inglês e que significa “noiva”) e Godzilla (o monstro). Algumas pessoas chamam as noivas (nervosas com a proximidade do casamento) dessa maneira, na brincadeira. 



— Pois é! Fui o primeiro a puxar a fila! Quem será o próximo? — Terry riu. — Se a contagem for por mais tempo em um relacionamento, breve será o Nick com a Jade, se ela perdoar a última que nosso brother aprontou com a guria.
— Vocês são todos uns malucos! Meu cérebro está no lugar ainda. Não fiquei doido não!
— Tá bom! Mas que essa Jade deve ter mel, deve, porque o Nick pega todas as gatas, mas não larga dela! — Liam caiu na risada.



— Eu não sei é o porquê dela não largar o Nick! — Bella alfinetou.
— Não sabe? Eu sou um cara bonito, gente boa, nado em dinheiro, agora sou mais famoso do que já era, ando nas melhores festas, com as celebridades mais famosas desta nação; e você acha que ela vai encontrar alguém melhor do que eu onde? — Nick riu, achando a colocação da irmã meio estúpida.
— Ei, e nós? Eu e o Liam só não somos famosões como você, mas o resto se aplica a nós dois. — Terry disse, se achando. — Caras do nosso tipo, trabalhados nos músculos, ricos, aparência incrível, quem não quer? Até os caras querem ser como nós! Só que, para entrar nessa nossa turma aqui, só sendo parte da nata!
— Pois é. — Liam sorriu, apesar de já não concordar tanto com o que tinha acabado de ouvir.
— “Pois é”? Desconverse não, mermão! — Nick o intimou. — Se tem alguém aqui que precisa se comprometer é você, Liam. Ou vai ficar enrolando minha maninha? Agora que ela voltou para o Quarto Império, como é que vai ser esse esquema? Vocês já estão juntos há dois anos nessa palhaçada de namorinho à distância! Quero ver anel de compromisso no dedo dela, hein! Minha irmã não é qualquer uma não, entendeu?



As palavras de Nick poderiam ser entendidas como uma brincadeira por quem não o conhecia, mas Liam sabia muito bem que havia um certo grau de ameaça nas palavras do Refaeli; e que o rapaz era extremamente ciumento com a mãe e a irmã.
— Você sabe que não estou enrolando a Isabella. — Liam disse, sério, encarando Nickollas.
— Claro que não está. Você não é nem doido de aprontar com ela. — Nick respondeu, tão sério quanto ele.
— O Nick consegue ser mais Pitbull do que o Chad. — Lori riu; seu intuito era quebrar o clima pesado.
— Todo cachorrinho é um amorzinho! Só ficam agressivos quando são criados da forma errada. Resultado: ficam como o Nick. — Isabella disse, “de boa”.



— Depois uma praga dessas toma uma peba bem forte na cabeça e não sabe o porquê. — Nick resmungou, referindo-se à irmã.
— Relaxa, brother. Vamos já pegar o veleiro e dar uma volta. — Terry disse, animado.



Então Isabella falou:
— Eu sei que planejamos velejar hoje, mas quero ir ao Ferretti Salon, em Newcrest. A mamãe até ia comigo, mas me ligou avisando que não vai mais poder ir. Ainda nem liguei para desmarcar o horário dela lá. Quero ondular meus cabelos.
— Seus cabelos lisos são lindos, Bella. — Liam disse, gentil.
— Obrigada! Eu também os amo assim, mas igualmente adoro o estilo levemente ondulado.
— Bella, não desmarca o horário de sua mãe não! Eu vou com você! Adoro o Ferretti e ir contigo, como fazíamos antes, vai me deixar feliz! Além disso, quero mudar o visual também. — Lori se animou.
— Mas é claro, bestie*! Vamos juntas sim! Vai ser ótimo! — Isabella sorriu.


* Nota: Bestie (em Inglês) = Melhor amiga.




— E quando vamos? Agora? Mesmo porque está meio frio aqui. — Lori reclamou da temperatura novamente, enquanto aplaudia as reações de Chad.
— Isso aqui não é cidade de veraneio não, amor. — Terry riu. E ele só estava na água porque a piscina era aquecida.
— Jura? Não percebi. — Lori o respondeu, irônica.
— Ai, gente! Eu e Nick somos os únicos achando o dia hoje quentinho? — Bella perguntou.
— Acho que sim, Bella. Até eu acho que esfriou um pouco. — Liam falou.
— Hmmm... Tenho uma ideia! — Nick se jogou na água, mergulhou e, depois, saiu da piscina. — Vamos sentar naquela área mais quentinha ali? — Ele convidou, já que tinha noção de que aquela cidade, para Liam, Terry e Lori, era mais fria do que para ele e a irmã; e ele se preocupava com os amigos.
Terry pulou na piscina também:
— Vamos nessa!



E logo eles estavam no local sugerido pelo loiro.
— Bem, pessoal, eu e Lori já vamos então, ok? — Isabella disse.



— Vocês nos encontram mais tarde no clube? — Nick perguntou, enquanto escovava Chad rapidamente.
— Beleza. Pode ser. — Bella respondeu, apesar de já ter outros planos em mente. — Mas talvez eu fique em casa. Já estou bem cansada... — Mentiu.



— Posso levar o Sushi com a gente ao passeio no veleiro? — Liam perguntou, pegando o gatinho no colo, enquanto seu amigo Terry já se largava em uma das cadeiras ali, aproveitando o agradável calorzinho em toda aquela área.



— Pode sim, mas cuida bem do meu bebê, Liam. — Bella sorriu, enquanto o gato miava, sério, olhando para ela.
— Até parece que eu não vou cuidar, né? — Ele riu.
— Sr. Terry Russell, vai ficar aí largado e não vai me dar um beijo não, é? Que noivo é esse, minha gente? Não quer mais saber de mim? Pois pera!!! Deixa eu tirar a roupa aqui e ficar de biquíni para ver se aparece alguém interessado! — Lori disse, na zoeira, mas fazendo exatamente isso!
Ela tirou o saltinho e jogou na direção do amado, mas não para acertá-lo; só ria! Depois, se livrou da blusinha, amarrando as alcinhas da parte de cima do biquíni. Em seguida, conseguiu tirar o shortinho jeans, ficando apenas com o de lycra que usava; tudo bem rápido, rindo enquanto o noivo se aproximava na risada também, alcançando-a antes que ela mostrasse a parte de baixo (mais curta) que vestia.
Nick deu uma discreta secada na garota, mas, claro, nada disse; apenas riu, junto com Bella e Liam.




— Que revolta é essa, amor? — Terry perguntou, divertindo-se com a cena e tascando um beijaço na noiva.
E antes que qualquer um ali dissesse mais alguma coisa, Nick falou, “de boa”:
— Liam, nem pense. Na minha frente, só beijinho no rosto. — Ele sorriu e deu uma ordem para Chad ficar paradinho; daí, foi até a irmã.



— Pega leve, Nick. Cheguei de viagem ontem. Não me estressa. — Isabella disse, bem séria.
— Relaxa, Bella. Tô de boa, maninha. Nada vai me tirar do sério hoje. — Ele disse, confiante. — Até porque daqui a algumas horas, sai mais uma revista comigo na capa. — Ele sorriu, se sentindo o máximo.



— Fico feliz por você, irmão. Quando sair, me avisa. Quero ver. — Ela sorriu, deu um beijo no rosto de Nick e apertou a mão dele. — Mais tarde a gente se vê então. Te comporta!
— Sobrou beijinho pra mim? — Liam ainda brincou.
E Bella então riu e deu um beijo na bochecha dele, sussurrando só para o moreno: — Obrigada por tudo!



— Agora parou aí, né? Chega. — Nick disse, puxando a irmã para perto dele. — Não sei pra quê ficar nesse grude o tempo todo!
— Ai, Nick! Quanto ciúme! Coisa chata!



— Não é porque você chegou ontem que vocês precisam ficar assim, né? Ele não ia te ver direto lá no Terceiro Império? — Ele disse, ainda de boa.
— É. Tá bom. Você tá certo. Agora deixa eu ir porque no salão tem horário. — Ela fingiu concordar com as palavras dele, já que não queria criar situação chata alguma com o irmão.



E após darem tchau para todos ali, Bella e Lori saíram.



— Lori, você vem comigo no meu carro?
— Não. Tô com meu carrão aí também. Vou te seguindo, que nem uma doida psicopata! — Ela brincou. — Mas, antes, quero passar no meu apê para tomar um banho e trocar de roupa. Dá tempo?
— Super dá e farei o mesmo: vou passar lá em casa também. Então a gente se encontra direto no Ferretti? Temos que chegar lá dentro de duas horas.
— Beleza, amiga. — Lori sorriu.
E Isabella começou a rir.
— Tá rindo do quê, loira?
— De você: a louca que tira a roupa para ganhar beijo do noivo! Mesmo reclamando do frio!



— Alguém tem que ser a parte sem noção do relacionamento! Acho que sou eu! Além disso, eu precisava de uma desculpa qualquer para exibir esse meu modelito novo e mostrar este corpaço. Mas vamos correr porque agora o frio bateu forte! — Lori caiu na risada.
— Ai, Lori, você é ótima! — Bella disse, rindo.
E então as duas seguiram para seus carros, enquanto os guris se sentavam.



— E então, Liam! — Terry disse. — Fala com o Nick sobre aquele investimento que te falei! Apesar de já ter conversado com ele, esse cabeção ainda está relutante!



— Não estou relutante, Terry. Uma casa de câmbio voltada para transações com criptomoedas? Hmmm... Legal. Ideia boa. No entanto, além de ser algo que não conheço bem, achei o projeto todo muito cheio de falhas, principalmente no quesito segurança.
— Mas isso pode ser aprimorado. — Liam disse, pensativo.
— Bem, não vou apostar minhas fichas aí. — Nick falou, de forma decidida. — Deixarei para quem entende.



— O Nick tá dizendo isso porque vai investir no negócio e deixar a gente de fora. — Terry riu.
— Prefiro continuar meus investimentos no mundo do entretenimento e no meu talento. — O Refaeli falou. — Mesmo porque minha fama está sendo uma maravilha para aumentar meu patrimônio ainda mais. E não vou apostar em áreas que não são do meu interesse.
— No entretenimento já é meu concorrente. — Liam riu.
— Pois é. Mas breve entrarei no ramo das pousadas e hotéis, me tornando também um concorrente do Terry. Sabem como é: para um não achar que está ganhando mais atenção de mim do que o outro! — Nick gargalhou, na zoeira. Depois, ficou sério novamente e disse: — A não ser que entendam muito de criptomoedas e coisas desse tipo e ainda não me contaram que viraram nerds.



— Esses “nerds” fazem muita grana. Deveria ter um pouquinho mais de respeito por eles. — Liam disse, sério.
— Defendendo a nerdaiada, brother? Se gosta tanto deles, por que não anda com eles, Liam? — Nick o olhou, com um sorriso meio desafiador no rosto, já que não curtiu muito a colocação do amigo.
Liam respirou fundo, calado. O fato é que gostava da vida que levava e preferia andar acompanhado da galera de Nickollas.



— Foi o que pensei! — Nick riu, se levantando e dando a rápida “discussão”, se é que podia ser chamada assim, como vencida e encerrada. Além disso, Chad tinha começado a choramingar por ele e o Refaeli amava aquele cachorro.



— Quem é o Chad Bull do papai? Quem é o Chad Bull do papai? — Ele sorriu, feliz, sendo lambido no rosto pelo animal.



— Veleiro, galera? — Terry perguntou.
— Vamos nessa! — Liam respondeu, mais na dele.
— Então vamos nessa, mas no meu veleiro novo! — Nick falou.




E logo os três se dirigiram ao barco, seguidos de longe por Chad e Sushi.
 


Passariam a tarde no veleiro do Nick: o SIMbora Blue.







Newcrest.
No Ferretti Salon.





Isabella e Lori estacionaram seus carros e seguiram para aquele que era um dos mais renomados salões de beleza do Quarto Império.



— Olha, Bella! Tem estreia no cinema. Podíamos assistir amanhã, né? E e o Terry, você e o Liam, o Nick e sei lá que guria. O que acha?
— Eu acho é que você vai já surtar com o que vou te contar, amiga! — Isabella sorriu.
— Eita, já vi que voltou cheia dos segredinhos!
— Calma que você já vai saber de tudo.
E entraram.



— Bom dia. — A recepcionista sorriu.
— Bom dia! — Isabella respondeu, simpática.
— Bom dia, Sarah! — Lori disse. Já conhecia a moça porque era cliente assídua do local. Bella não a conhecia porque Sarah começou a trabalhar ali quando a Refaeli estava morando fora. — Essa é minha bestie: Isabella Refaeli. Ela e a mãe dela marcaram horário com o Gian para agora, mas como a Sr.ª Marit não pôde vir, eu vim no lugar dela. Tudo bem?



— Imagina! Tudo ótimo! Por favor, queiram entrar. — A moça sorriu. — Fiquem à vontade.



— Já vi que tu vive aqui, né, guria? — Bella comentou quando entraram.
— Melhor lugar, né, querida? — Lori disse.




— Isabella Refaeliiiiii, quanto tempo, menina!!! — Gianluca Ferretti, o dono do salão, abriu um largo sorriso ao ver as duas garotas.
— Mas olha só! Fui totalmente ignorada agora. — Lori brincou. — Só te perdoo porque seu cabelo é fabuloso, Gian.
— Jamais que eu te ignoraria, querida!!! — Ele disse, abraçando primeiro Lori e, depois, Isabella. — Essa mulher é ciumenta demaaaaaaais!
E eles riram.



— Mas diz aí, Bella! Como você está? Fiquei sabendo que estava no Terceiro Império! Estava fazendo o que lá, garota? Chegou quando? — Gianluca perguntou, empolgado.
— Morando lá com minha mãe. Chegamos ontem. — Ela sorriu.
— Saudades da Marit desfilando sua elegância neste recinto! Quando vou vê-la? E os teus estudos?
— Breve a mamãe aparece por aqui. — Bella respondeu, sempre com simpatia. — Quanto aos meus estudos, terminei meu último ano à distância porque estava em Starligh Shores. E breve começarei a cursar Música e Jornalismo.
— Dois cursos?!! Menina guloooooosa! — Gianluca riu. — Espero que dê conta, porque faculdade não é mole não!
— E como você está? Como foi a lua de mel com o Jerry? — Bella sorriu.
— Foi divina, querida! E obrigado pelo lindo presente de casamento!... Mesmo longe, você não se esqueceu de nós!
— Que é isso, Gian! Você é maravilhoso e o Jerry é um querido! — Ela sorriu, sincera.
— Essa garota é uma fofa, não é mesmo, Lori?
Lori apenas assentiu, com um sorriso no rosto.



— Mas me conta, deusa loira: conheceu muita gente famosa no Terceiro Império? Porque teu irmão tá que tá por aqui, viu! Com a Lori maravilhosa empresariando aquele gato, ele virou um sucesso nesta nação! Vive nas revistas de fofoca, menina! E ele bem que podia me deixar cortar aquele cabelo lindo dele, mas parece que ele é meio apegado àquele estilo. Mas e vocês? O que faremos nessas madeixas?
— Eu estava pensando em uma franjinha. — Lori disse. — E quero deixar meu cabelo bem lisão!
— Uma franjinha e um cabelo divo de Monalisa? Nossa! Combina muito com o penteado que tenho em mente para teu grande dia!!! — Ele disse, animado. — E você, Bella?
— Você se lembra daquele penteado levemente ondulado que você fazia para mim? É ele que quero. Seria possível?



— Aqui tudo é possível, minhas queridas! Mas vocês chegaram um pouquinho cedo e preciso cuidar do visual da Katrina Caliente antes.
A citada mulher passou por eles, olhando-os.
— Sem problemas, Gian. Queremos aproveitar tudo aqui hoje! — Lori sorriu.



— Pois sugiro que curtam a sauna, recebam massagens, cuidem dos pés, das mãos. Daí, depois, vocês terão seus cabelos tocados por este artista que vos fala! — Ele sorriu. — Mas, antes, posso pedir para Isabella tirar uma fotinha comigo?
— Eu? Mas nem sou conhecida, Gianluca! — Ela riu.
— Querida, mas é minha amiga, irmã de um ator famoso e quem é que sabe o dia de amanhã, não? Além disso, cliente gata tem que aparecer no meu SIMstagram, linda.



— Então vamos lá! — Bella o abraçou e ele tirou a foto.
— Depois quero outra com o resultado final de meu trabalho, hein! — Ele sorriu.
— Gianluca abusaaaaaado! — Lori brincou.



— Eita, mulher ciumenta essa Lori! Vou tirar fotinha com você também, tá? — Ele riu. — Agora vão se trocar e fiquem à vontade!
— Obrigada, querido! — Lori respondeu, saindo com Bella.



As duas vestiram roupões e pegaram toalhas.



E depois foram à sauna.



— Ai, que delícia! Tô no paraíso! Vou aproveitar bem, porque esta tarde tenho reunião com uma representante do canal SimTV, Bella. Se tudo der certo, Nick vai aparecer em uns programas de televisão. — Lori disse.
— O Nick tá que tá mesmo, hein! — Ela riu, repetindo as palavras de Gianluca.
— Ele é talentoso, apesar das ocasionais explosões temperamentais.
— Sei bem como são... — Isabella ficou mais séria.
— Mas mudando de assunto: qual é o babado que você quer me contar? Tem a ver com o Liam?
— Então,... Dá uma olhada no meu perfil e no dele...



— Pelo Grande Prisma! Não me diz que vocês deram o próximo passo!!! — Ela pegou seu celular, que estava ali perto, e rapidamente acessou sua conta para olhar o perfil da amiga.
Bella apenas sorriu, esperando a reação de Lori, que logo pareceu confusa.
— Oi? Vocês terminaram? Como assim? Vocês dois atualizaram o status de relacionamento enquanto eu estava no banho lá em casa? Amiga, que traição foi essa que você não comentou nada comigo antes?!!
— Acorda, Lori! A gente nunca namorou de verdade.



— Tô me sentindo burra porque não estou entendendo nada. Ajuda aí.
— Lembra que quando o Nick bateu no Axl, o Liam me agarrou e me tirou de perto de toda aquela situação à força?
— Lembro.
— Pois bem! Agora acompanha: quando quase morri afogada e minha mãe me levou para o Terceiro Império, depois que acordei daquele coma de três meses, felizmente sem sequelas, fiquei sabendo que moraríamos ali. E claro que fiquei louca para falar com o Axl. Mas aquele babaca do Roger Slater, o chefe de segurança da minha família, fechou o cerco para impedir que eu conseguisse falar com ele. — Ela disse, indignada. — Tudo com a anuência da minha mãe, claro.



— E onde o Liam entra nessa?
— Quando Liam foi me visitar, lá em Starlight Shores, ele me pediu desculpas pelo comportamento ridículo dele de me segurar a pulso e por não ter feito nada para impedir o Nickollas e os amiguinhos babacas de baterem no meu amado! Então eu disse que só o perdoaria se ele me ajudasse a fazer minha família achar que Axl era passado e se ele me entregasse um celular no nome dele para que eu pudesse falar com meu amor todos os dias, já que o meu estava sendo monitorado pelo Roger.



— Ai, pelo Grande Prisma! Agora entendi! Liam fingiu que estava namorando contigo e todo mundo acreditou. Enquanto isso, você estava firme e forte com o vocalista.
— Yeap! — Isabella riu.



— E por que você não me contou isso antes, sua louca?
— Eu não quis te envolver nisso, já que você trabalha com meu irmão e você sabe que ele misturaria as coisas se soubesse que você me ajudou.



— E quando ele descobrir?
— Que o namoro foi fake? Não vai descobrir. Só quem sabe disso é o Axl, o Liam e, agora, você. E não conta para o Terry, amiga! Porque o Terry vai contar tudo para o Nick e, se isso acontecer, o Liam se ferra com os guris.
— Relaxa. Segredo nosso então. Mas e aí? Isso quer dizer que vai assumir pra todo mundo que está com o Axl? Tua mãe e teu irmão vão surtar! Ela vai te deserdar, guria!



— Me deserdar? — Isabella riu. — Amiga, trabalhei um ano e meio nos bastidores de um programa televisivo de entretenimento no Terceiro Império. Fiz um “pé de meia” legal e tenho uma conta bancária só minha, que nem a mãe nem o Nick sabem que existe, porque eu disse para eles que aquele trabalho era apenas uma experiência para eu colocar no meu currículo, que não havia remuneração. Então, qualquer ameaça de me deixar sem grana não vai funcionar.
— Então você está de boa, super confiante que agora vai mesmo ficar com o Axl?
— Claro que vou ficar com ele! Mas preciso saber de uma coisa: você vai me deixar levar o Axl no seu casamento?... 
— Ai, que pergunta boba, sua tonta!!! Vem cá, guria! — Lori abraçou a amiga. — Você é como uma irmã pra mim, Bella. Se quer ir com ele, ele será super bem recebido.
— Obrigada, amigaaaaaaaaa! — Isabella sorriu, feliz.



— Agora guerra de cócegas que quero te ver sorrindo, louca! — Lori riu, se divertindo com a amiga, que também revidou.
Depois, as duas ficaram conversando sobre coisas leves e rindo; Lori deixando Isabella por dentro dos babados mais recentes e que eram o assunto na alta sociedade da qual faziam parte. Minutos depois, cada uma foi para um banheiro diferente para tomar uma ducha e, em seguida, enquanto Isabella recebia uma massagem, Lori teve seus pés tratados com hidratante de maçã colhida na Clareira Sylvana.




E todos os serviços ofertados naquele local eram de primeira.



— Preparada para mudar o visual, princesa? — Gianluca sorriu quando Lori sentou-se.
— Só se for agora! — Ela respondeu, animada.
Enquanto isso, Bella, após ter sido maquiada, aproveitou as outras massagens ali.





Até que chegou a vez do visual dela ser mudado.



Mal posso esperar para te ver! Daqui a pouco a gente se encontra aí. Te amo, bê!”, Bella mandou a mensagem, no WhattSIM, para seu amado Axl.



— Vamos começar, linda? — Gianluca perguntou, empolgado.
— Vamos sim, Gian! — Ela sorriu, já imaginando o belo dia que teria.






Angra do Cavaleiro, em Brindleton Bay.
Mais cedo, naquela mesma manhã.




Quando chegou a Brindleton Bay, dois anos atrás, o vocalista e o primo passaram a morar com a avó deles: a Sr.ª Elena Dwayne.
Ela tinha vendido sua fazenda (após a ocorrência de um incêndio na sede do local) e, por isso, foi possível a compra do galpão (para os netos morarem em San Myshuno) e, também, daquele terreno, que tinha dois trailers que foram transformados em casas: no azul, ela morava; no outro, Axl, já que, um ano atrás, tinha decidido viver com a noiva Samara. Ela também fez algumas poucas cirurgias plásticas e abriu uma vendinha.




Naquela manhã, Axl acordou cedo, apesar de ter demorado a dormir na noite anterior, ansioso que estava para ver a namorada Isabella. Mas logo procurou algo para ocupar a mente, já que ainda teria que resolver algumas coisas naquela manhã e só a veria mais tarde. Então, foi lavar roupas. Ele sempre cuidava disso e fazia de tudo para não deixar a avó se esforçar muito.



E entre uma esfregada e outra na roupa suja, cantando algumas músicas (metal e hard rock, claro), ele se perdia pensando na amada.




Então, quando terminou o serviço, estendeu as roupas, trocou a água da bacia e foi até Mamau, que tinha sido plantada ali por Elena, logo que os dois netos chegaram de San Myshuno.



— E aê, Sr. Maurício Carvalho! Tudo beleza?
-- Tu ainda tem coragem de me perguntar isso depois de ter plantado aquela Fruta-Lixo perto de mim, maluco?! Poluindo esse meu cantinho paradisíaco!!!



— Já te pedi desculpas, Mamau! Eu achei que fosse crescer uma roseira, man!
-- “Eu achei que fosse crescer uma roseira, man”? — Mamau imitou o jeito que ele falou. — QUE TIPO DE IDIOTA É VOCÊ, AXL LOGAN?!! AAAAAAAAAAAH!!! Alguém retire da cabeça deste rapaz o seu cérebro mortoooooooo!!!
Axl caiu na risada com a revolta da planta:
— Cara, que figura que tu é!



-- Que figura que EU sou, engraçadinho? Escuta aqui, “brother”: você tá prometendo colocar aqui do meu ladinho uma rosa gata tem um tempão, saca? Tá achando que é legal ficar plantado aqui sozinho, comendo moscas sem uma companhia?
— Olha, agora que a Bella chegou, que a gente vai se ver, ela com certeza vai me ajudar com isso.



-- Acho bom mesmo! Hunf! — A planta virou a cara para ele, irritada.



— Bem, eu vou pescar, Mamau. Daí vou levar os peixes lá pra barraca da vó. Qualquer coisa, só dizer.
Ele então se despediu da planta e seguiu para a lagoazinha que havia na parte de trás do terreno deles.





Assim, quase todas as manhãs, Axl pescava.
— Venham aqui, peixinhos! Venham aqui!
Sim. Ele os chamava.



E nem sempre começava a pescaria bem.




Mas não desanimava e logo via o resultado de sua perseverança: pegava peixes como o Acará-Bandeira, o Baiacu, Lambaris, entre outros.




Depois, ele seguiu para a vizinhança Embarcadouro dos Bigodes, onde ficava a barraca de sua avó. A outra, que ficava ao lado, pertencia à concorrente.



— Mas não estou crendo no que estou vendo! — Magali Silveira, a funcionária que já trabalhava com Elena Dwayne havia pouco mais de dois anos e meio, riu ao ver o visual de Axl. — Hoje eu ligo para sua avó e a parabenizo!
— Não entendi. — Ele deu uma de desentendido, saindo da barraca após colocar os peixes, que trouxe, no pequeno freezer que ficava lá dentro.
— Tu sabe do que estou falando sim! Daquele bigode ridículo! Finalmente ela te fez tirar, né? — Ela riu.



— Ah, Magali! Não era ridículo!
— Realmente! Já tinha passado desse ponto há muito!



— Era estiloso, vai. Pelo menos guardei uma foto de recordação. E com a nonna* comigo. — Ele sorriu, olhando-a no celular.
E Magali caiu na risada novamente, se divertindo com essa dele.

* Nota: nonna = vovó.





— Você fica aí rindo de mim... Que maldade, Magali.
— Deixa de drama, guri. E diz pra D. Elena que mais tarde ligo pra relatar como foi o dia e quanto vendemos.
E enquanto ela falava, uma moça se aproximou:
— Licença, você é o Axl Logan? — Ela o reconheceu de longe. — Tentei falar contigo lá na limpeza da praia, mas acabou não dando. — Ela sorriu.



— É ele mesmo! — Magali confirmou.
— Opa! Sou eu mesmo! — Ele levantou as mãos, sorrindo, como quem tinha sido descoberto.
— Caramba, você tirou aquele bigode ridí... diferente!! — A desconhecida se consertou, torcendo para ele não ter percebido o que ela ia quase dizer. — Tá muito mais bonito!
E Magali teve uma crise de riso.



— Obrigado! — Ele respondeu, um pouco sem graça.
E outro Sim chegou perto dele, também reconhecendo-o:
— Ei! É você que tem tocado nos eventos de caridade daqui, não é?
Axl e a avó estavam sempre ajudando a comunidade local através da prática de atividades voluntárias. Participavam de todas as disponíveis e, no final delas, Elena o fazia cantar e tocar algumas músicas para animar a todos.
— Isso! Sou eu. — Ele sorriu.




— Isso é muito legal! Ouvi dizer que mais gente tem participado desses eventos só para curtir seu som no final deles. Então, se sua música incentiva os Sims a ajudar os outros, parabéns, garoto! — O homem sorriu. — Além disso, em uma nação como a nossa, onde metal e rock são tão amados*, é bom ver novos talentos despontando. Faz uma banda, rapaz!
— Ele já tem uma banda. Chama-se Nordic Lhama. — A guria disse. — Vi uns vídeos deles e pesquisei tudo sobre vocês, Axl! Vocês são demais! Espero que voltem logo a tocar juntos novamente!


* Nota: em minha história, os tipos de música nacional, mais ouvidos e apreciados pelos Sims do Quarto Império, são o rock e o metal.



— Obrigado, pessoal. — Ele sorriu, com o coração um pouco apertado, já que sentia muito a falta dos ensaios e das apresentações da Nordic. — Mas agora preciso ir. A gente se vê por aí! Falou!
E então o vocalista voltou para casa.



Estacionou o carro no lugar de sempre: na frente do trailer da avó, que estava sentada na varanda lendo um livro. E sim! Há um ano, Axl tinha tirado sua carteira de motorista.
— Mas nem creio! Olha a minha nonna de cabelo pintado! — Ele sorriu, surpreso pela mudança de visual da avó. Correu então até ela.



— Passei muito tempo com aquele cabelo branco, mas resolvi que era hora de deixá-lo como nos meus tempos passados. — Ela riu, abraçando o neto. — Agora senta aí, menino.
Elena era do tipo que se preocupava bastante com a beleza. Já tinha feito uma mastopexia (cirurgia para levantar os seios), uma braquioplastia (cirurgia que remove o excesso de pele dos braços) e uma correção nas vistas (usava óculos mais por estilo, pois enxergava muito bem). As tatuagens eram de sua época como Jovem Adulta. E apesar de ter vivido anos em uma fazenda, o verdadeiro fazendeiro foi seu finado marido. E ela até o ajudou em uma coisa ou outra daquele mundo country, mas trabalhou muito tempo mesmo foi como empresária da banda de Markus, seu filho mais velho e pai de Axl.



Os dois então se sentaram e ela colocou um copo de suco para o neto; e então perguntou:
— Tudo certo lá na barraquinha?



— Tudo certo, nonna. Deixei peixes frescos lá; ela comprou outros mais cedo dos pescadores locais, como sempre; e tirou uma com a minha cara porque eu tirei meu bigode ontem a seu pedido. — A última parte ele disse meio sentido, bebendo um pouco do suco.



— Querido, você está muito mais bonito agora! Além disso, como pintei meu cabelo hoje, fiquei meio empolgada, sabe, e amaria mexer no seu também. Sendo assim, deixa a vovó cortar esse teu cabelo, meu amor?
Axl somente a olhou, sério. Já fazia alguns meses que ela queria meter a tesoura nas madeixas dele.



— Por favorzinho, meu netinho lindo!



— Ok, nonna, ok! — Ele disse, olhando pra cima. — Mas apenas se me prometer que não vai mais tirar as roupas do varal. — Ele tinha notado que ela tinha feito isso. — Isso é serviço meu.



— Querido, eu sou idosa, não sou doente, tá?
— Tá. Então não corta meu cabelo.
— Querido, o varal é todo seu.
E os dois riram.



— Agora vem cá que quero te mostrar uma coisa: meus planos para sua carreira. Com a chegada de Isabella, que você disse ser cantora lírica, podemos tentar reunir sua banda novamente. E, se eles não toparem, conheço alguns músicos que...
— Nonna, nada de outros músicos.



— Então, se seu primo Dave, se sua namorada, se Batera e se Gizella não toparem voltar com a Nordic Lhama, você vai simplesmente desistir da música?
— Desistir da música? Nunca. Mas de ter uma banda, sim.
— De ter uma banda sim? Não se depender de mim, netinho. Cuidei da carreira de seu pai. E só não foi pra frente porque seu avô atrapalhou muuuito, mas você já sabe disso.
 O finado marido dela (Luca) tinha feito de tudo para que o filho mais velho (Markus) seguisse o caminho do caçula (Pietro; pai de Dave), que foi um agrônomo e o ajudou bastante cuidando da fazenda.



Os dois então entraram no quarto dela e Elena sentou-se de frente ao computador.
— Puxe aquele banquinho ali, Axl.
Ele prontamente fez isso, enquanto ela procurava algo na internet.



— Achei!!! — Ela sorriu. — Tá vendo esse garoto aqui? Esse é o Jeon*! Nesse vídeo, ele come um curry super picante! É engraçado demais! Eu amei! Quer ver? — Ela perguntou ao neto.
— Mas é claro! Deixa eu ver, nonna. — Ele sorriu.
Então Elena deu play no vídeo.


* Nota: esse AQUI é o capítulo do curry picante, mas os convido a ler todas as aventuras de Jeon e de sua linda irmãzinha Soo-Ji, personagens dessa linda história escrita pela querida autora Jessica AQUI. A imagem de Jeon, no computador de Elena, é da Jessica. :)



E logo Axl se acabou de rir:
— Caaaaaaaaara, esse cara é muito legal!!!
— E, na maioria dos vídeos dele, ele canta usando um capacete de LED. No último que não. E, muitas vezes, a irmãzinha linda dele, Soo-Ji, aparece em seus vídeos! A menina é uma fofa! E o estilo dele não é metal, mas o garoto canta e toca muito bem! Escuta! — Elena então mostrou mais dois vídeos de Jeon.

* Nota: as duas fotos abaixo são da Jessica. Apenas acrescentei o “SimTube” e a linha de play. :)





— Nossa, nonna! Você está certa! O estilo de música não é o nosso, mas é inegável o talento desse cara! Ele manda muito bem!
— E sabe como o conheci? Através do canal da Max Moon*! Adoro essa menina! Ela sempre me deixa por dentro dos últimos lançamentos do mundo geek. — Elena amava jogar no computador. E ela então mostrou o vídeo mais recente de Max, com Jeon como participação especial.


* Nota: a Max Moon é uma personagem linda da história da minha amiga e autora Nihal. Acompanhe a história da família Dragon AQUI. :D E, caso queira acompanhar a fase mais recente da história, com Soluço, seu amigo Perna-de-Peixe e Max Moon, clique AQUI. Você vai amar! :D E atenção: as duas fotos abaixo são da Nihal. Apenas acrescentei o “SimTube” e a linha de play. :)



— Viu? Eu já era inscrita no canal dela e agora, através dela, também estou no dele! — Elena sorriu.



— A Max Moon eu conheço! Grande SimTuber! — Axl sorriu. — Conheci pela Bella, que também a segue. Mas então, nonna... Vou seguir o canal do Jeon também. Valeu por me mostrar. Ele manda super bem!!! Mas agora vou tomar um banho que tenho que pegar o barco pra Ilha da Grama Defunta.



— Amorzinho da vovó, não é “Ilha da Grama Defunta”, é “Ilha da Grama Morta”. E eu te mostrei isso porque você me prometeu que quando a Isabella voltasse, você ia me deixar cuidar da sua carreira, esqueceu?
— É verdade, é verdade. Então beleza, nonna. A senhora é quem manda. — Ele sorriu.
— E entendeu porque te mostrei esses canais maravilhosos, não entendeu?
— Errr... — A cara dele já dizia que não.



— Vamos fazer o seu canal, querido! Quero que grave vídeos tocando, cantando, espalhando sua música!
— Vó, a Nordic Lhama já tem um canal no SimTube. É o Batera quem cuida disso.
— Pensa que eu não sei? Peraí! — Ela então acessou o canal da banda. — Olha isso, Axl Logan! O último vídeo postado foi o da apresentação que vocês fizeram dois anos atrás! — Ela falou, em tom de reclamação.




— Mas tem mais vídeos de outras apresentações aí! — Ele disse.
— Anteriores a esse, Axl. Precisamos atualizar esse canal e postar coisas novas. Mas bem!... Vou conversar com o Dave amanhã. E você fala com a Isabella, com a Gizella e com o Viking bonitão. Vamos trazer essa banda de volta!



— Caaaaaaaara! A minha Nordic Lhama de volta!!! Eu sonho com isso!!! Imagina a gente no palco novamente!!! — Ele disse, empolgado; porque ele ainda tocava, de vez quando, nos bares locais, mas sua paixão era a banda.



— Vai ser maravilhoso, querido! Mas, agora, vamos cortar seu cabelo para que você tome seu banho, se arrume e siga para ver sua amada. À propósito: traga-a aqui essa semana para que ela jante conosco. Quero muito conhecê-la pessoalmente!
— Podexá, nonna. — Ele sorriu, se levantando.



E então os dois saíram dali.
Elena finalmente iria meter a tesoura naqueles cabelos, como ela tanto queria.

  



Poucas horas depois, naquela tarde.
Na Ilha da Grama Morta, em Brindleton Bay.








— Finalmente juntos! — Axl disse, feliz, olhando-a.
— Senti tantas saudades de ouvir essa tua voz* assim, ao vivo... — Os olhos dela brilhavam.
— E eu senti tanta falta de você todinha...
— Vencemos a distância com nosso comprometimento, não foi?... — Ela sorriu. — Eu te disse que o tempo ia voar! Uma pena que tive que retocar a maquiagem que eu tinha feito no salão e você não pôde ver como ficou... — Ela fez bico, como se tivesse chateadinha, mas, na verdade, estava tão feliz por estar novamente nos braços dele que nem ligava mesmo para isso.


* Nota: curiosidade para saber como eu imagino a voz do Axl Logan? Como a voz do Axl Rose! Escute clicando AQUI. :) E a voz da Isabella Refaeli? Como a da ex-vocalista do Tristania: Vibeke Stene; clique AQUI para ouvir.



— Não sei como estava antes, mas sei que você é e está muito linda, como sempre, com maquiagem ou sem maquiagem.
— Ooown, obrigada, amor! — Ela sorriu e ficou olhando-o por alguns segundos.
— E você não quer me dizer algo sobre meu antigo visual ser muuuuito mais legal do que o de agora? — Ele lhe deu um sorriso esperançoso.
— Não, amor. Agora está muito melhor. — Ela riu.
— Oh, droga. — Ele fingiu uma carinha triste e depois riu, de boa. Então a olhou e disse, mais sério, mas ainda com um sorriso feliz no rosto: — E sobre esse tempo todo afastados, você está certa!... Todos os dias nos falando online, conversando, assistindo séries juntos, sonhando com esse momento... Pelo Grande Prisma, como valeu a pena todo esse tempo!... Agora não quero você longe dos meus braços, Bella mia! Nunca mais! — Os olhos dele irradiavam felicidade.
— Oh! Longe de você de novo? Nem pensar! Dessa vez, nada nem ninguém vai nos separar!
E eles se abraçaram fortemente.




Ficaram assim durante um bom tempo, apenas sentindo a proximidade um do outro, até que Axl disse:
— Bella mia, então... Sobre o que preciso te contar...
— É sobre o teu cachorrinho Duque, o Dudu?... Você realmente acha que pode falar sobre isso agora?... Tem certeza?... — Ela perguntou, preocupada.



— Também, mas há outra coisa.  — Ele disse, olhando-a.
— Axl, você não tem que me contar nada se isso for te machucar.
— Não. Eu estou preparado. De verdade. — Ele falou, apesar do rosto expressar um pouco de melancolia.



— Olha, eu não quero te fazer recordar de coisas ruins... Até um ano atrás, você acreditava piamente que Duque estava vivo...
Ele ficou calado, por alguns segundos, diante daquela verdade dita por ela, apenas ouvindo o som das ondas quebrando.



— Olha,... Eu sei; você está certa. Todo mundo tinha medo d’eu surtar de novo e então todos fingiam que o Duque estava bem. E eu realmente agradeço a cada um por tanto zelo comigo, mas... Agora que eu me lembro, não posso mais apagar tudo. E, apesar de saber que o Du não está mais aqui, hoje eu me recordo de muitos momentos bons que tive com ele. Ele cuidou de mim em um momento muito difícil. E por isso quero tocar uma canção pra ele hoje: para agradecê-lo por tudo. Além disso, desde que aceitei a verdade sobre o que houve com ele, eu esperei muito por esse dia para homenageá-lo. É que eu queria você ao meu lado...



— E eu sempre estarei com você, bê. — Ela disse; e sua vontade era colocá-lo dentro de um potinho e protegê-lo de todo o mal do mundo.



— Mas, sobre o que quero te contar, precisava ser assim: pessoalmente.
— Axl, para de suspense e me conta logo então. Você está me preocupando.
— Durante a terapia, eu me lembrei de algumas coisas da minha infância: do tempo em que passei perdido nas ruas e de que... Bem, eu posso ter um irmão ou irmã.



— Como é que é?!!
Ele a olhou e então disse:
— Minha história é meio complicada. Quase uma novela mexicana. — Ele suspirou.
— Não ridiculariza tua história de vida, ok?... Apenas me fala o que você quer me dizer.
— Então... Durante minha infância, morei um tempo na casa da vó, na fazenda, porque meus pais estavam se separando e eles brigavam muito. E, naquela tarde, Dave estava lá também. Os pais dele sempre apareciam com ele nos finais de semana. Isso foi bem antes de ele também ir morar com a nonna... Assim, naquele dia, quando fui brincar lá fora com meu primo, a Kyra...
— Kyra?
— Minha mãe. — Ele falou “mãe” bem baixinho, como se não quisesse se lembrar desse fato. — Ela apareceu e me chamou para sair com ela. Disse que iríamos encontrar o Markus, meu pai.
— E onde seu pai estava?
— Então,... Eu não sabia disso naquela época, mas a vó me contou que ele estava em turnê com a banda dele: a Mylant.
— É o nome da sua guitarra.
— Ele nunca a chamou assim. Eu criei essa fantasia na minha cabeça, de que ele tinha me dado a guitarra quando eu era adolescente e que o nome dela era Mylant... — Ele disse, meio sem graça. — Mas não era uma mentira. Era como se fosse algo real, pelo menos na minha cabeça.
— Ok... Está tudo bem, ok?... Continua.



— Então... Lembro que Dave pediu para ir junto, mas a Kyra falou que a mãe dele não tinha deixado e que voltaríamos rápido. Acontece que ela mentiu pra mim. A nonna me disse que ela tinha parado de tomar uns remédios controlados por causa da gravidez e que, por isso, de vez em quando ela surtava. Esse era também um dos motivos pelos quais eu estava morando com a vó.
Isabella ouvia, calada, mas com a testa franzida diante das palavras dele.



— Eu me lembro que abracei Dave e pensei que teria um dia divertido com meus pais finalmente. Porque eu chorava e sofria muito quando os dois brigavam. E sei, agora, como um Jovem Adulto, que o certo foi mesmo eu ter ido morar com minha avó; mas, como criança, tudo que eu queria era estar com meus pais...
— Eu entendo e eu sinto muito por isso, bê... — O coração da garota apertou ao ouvir aquilo.



— Pois bem... — Ele suspirou. — Ela me levou para uma praça de San Myshuno. Por ironia do destino, aquela em frente ao apartamento onde morei com Dave e em frente à casa onde morei com a banda.
— E nem viver lá fez você se lembrar dessas coisas?
— Nem. Porque, na verdade, eu nem queria me lembrar de tudo isso.
— Ok... E então?




— Eu fiquei brincando um tempão, até ela me chamar. Então me pediu para eu ser um bom menino e não falar com estranhos.





— Eu concordei, ela me deu um beijo no rosto e então saiu. Ela disse algo sobre um “sonho”... Talvez “comprar um sonho”? Ela podia estar com fome...
— Axl... — Para Isabella, estava claro que o namorado ainda estava em negação quanto ao fato da mãe tê-lo abandonado e, provavelmente, ter sumido para “correr atrás de algum sonho”.
— Bella, talvez ela tenha ido comprar algo para comer e foi sequestrada.
— Ok. Talvez. — Ela sabia que aquele processo de aceitação dos fatos, para ele, poderia ser longo. — Mas e aí?...






— Eu fiquei um bom tempo esperando ela voltar...



— Até que adormeci...
— E ninguém te viu ou te parou ou te perguntou qualquer coisa?... Você era uma criança sozinha na rua!



— Não naquela noite, mas, em outros momentos, sim. No entanto, eu sempre dava um jeito de escapar das pessoas e de perguntas... O meu medo por estar sozinho, a minha dor pela Kyra ter sumido,... — Ainda parecia difícil para ele tocar no nome da mãe. — Isso tudo foi tão grande que... — E ele travou um pouco antes de conseguir continuar seu relato: — Que eu criei essa ideia de que eu tinha que encontrá-la; de que, sem ela, eu não podia voltar pra casa. Então, dias depois, eu vi meu rosto estampado em um anúncio. Estavam me procurando... Foi quando comecei a me esconder dos policiais, enquanto pedia trocados para comprar comida, dormia em locais escondidos, usava os banheiros públicos, fazia de tudo para ninguém me achar.



— E nunca conseguiram uma única pista dela e/ou de seu irmão ou irmã?...
— Nunca. — Ele disse, meio desolado.
— E como te encontraram? E onde o Duque entra nessa história?...




— Eu já estava havia duas semanas nas ruas. Então, em uma bela tarde nublada, o Dudu e eu nos encontramos. E daí foi amizade à primeira vista! — Ele sorriu.
— Como ele era? Você não tem nenhuma foto dele, não é?...
— Infelizmente não... As que eu tinha estavam na sede da fazenda, mas quando houve o incêndio lá, a vó disse que tudo se perdeu. Mas posso te afirmar que ele era um vira-lata lindo! Não sei que mistura era, e isso não importava. Mas tenho a imagem dele bem vívida em minha memória.
— Ele ficou contigo até te encontrarem, não foi?...




— Foi sim, Bella! Porque, naquela tarde, eu ganhei um amigo inseparável! Então, quando dois policiais me encontraram, sete meses depois, meu pai e minha avó fizeram questão de levar o Duque conosco. Nós o adotamos e ele virou parte da família.



— Então ele te protegeu esse tempo todo...
— Exatamente, Bella mia.
— E o que houve com ele, Axl?...
— Quando fiz quatorze anos, um acidente de carro matou meu avô Luca, meu pai Markus e os pais do Dave: tio Pietro e tia Mya. — Ele disse, pesaroso.
— Markus e Pietro eram irmãos, não é isso?...
— Isso. Os únicos filhos dos meus avós.
— E o que houve?...



— Eu surtei. Minha avó estava mal: tinha perdido os maridos, os filhos e a nora; meu primo estava mal: tinha perdido os pais. E eu não consegui ajudá-los... — Ele baixou a cabeça, sentindo-se péssimo por isso.
— Axl, cada pessoa reage de um jeito às coisas, ok?... Só não podemos passar dos limites, como, por exemplo, o que fiz após ter descoberto sobre aquele deputado ter mandado matar meu pai: bebi demais e quase morri afogada na piscina. Desde aquele episódio, estou fazendo terapia. A questão é que depressão é coisa séria e quem sofre disso precisa de ajuda especializada.
— Eu sei, Bella. Hoje eu sei disso.
— E sobre tudo isso, não quero que se culpe por ter ficado mal, ok? Você já tinha, digamos, “perdido” sua mãe, que nunca foi encontrada; então sei que perder o pai, o avô, os tios, anos depois, não deve ter sido fácil.



— Não foi, Bella... Quando tudo aconteceu, eu acabei sendo internado no hospital. Então fui sedado, medicado... E os pais da Samara ficaram cuidando do Duque na casa deles, enquanto a gente passava por todo aquele pesadelo. Só que ele fugiu de lá, foi atropelado e... — A voz dele quase sumiu ao contar isso.
— Eu sinto muito por tudo isso, bê...
— E quando eu acordei e escutei sobre mais essa perda, algo dentro de mim mudou... Então eu me tranquei em um mundo onde tudo tinha sido diferente... E eu preciso te dizer que, de vez em quando, eu ainda vou pra esse lugar que criei na minha cabeça, onde o Du tá vivo, onde a Mylant é apenas uma guitarra que meu pai me deu,... Quando, na verdade, ele nunca teve a oportunidade de fazer isso... E, se você achar que não pode mais ficar comigo por causa dessa minha loucura toda,... eu vou entender. — Ele disse, sem olhá-la.



— Oh, Axl! — Ela então se jogou nos braços dele. — Não fala uma bobagem dessas, ok? Você é meu coraçãozinho! E o que eu mais quero é cuidar de você e te fazer feliz!
Ele sorriu, mais aliviado, ao ouvir aquelas palavras.
— Eu também sempre estarei aqui pra você, Bella mia. Sempre.



— Então, que tal nós fazermos aquela linda homenagem para o Duque agora, hein?... Ele merece. — Ela disse, enchendo-o de beijos.
— Vamos! — Ele sorriu, com o coração mais leve. — Vamos sim!







Enquanto isso, naquela mesma tarde.
Na cafeteria Coffee Company, em Windenburg.





Lori estava conversando com Rosi Okton, uma das representantes do maior canal de televisão do Quarto Império: o SimTV. Como empresária de Nickollas, ela tinha acabado de assinar um contrato excelente para que o famoso Refaeli fosse entrevistado em um dos programas de entretenimento deles, o que aconteceria dentro de poucos meses.
— Estão todos no estúdio loucos para conhecê-lo pessoalmente. — Rosi sorriu, enquanto elas recebiam os lanches na mesa.




Então Lori recebeu uma mensagem de Nickollas: “Hey, lançaram a nova edição da Forbes Sims essa manhã, pouco depois que você e Bella saíram! Já postei no meu SIMStagram!!! Dá uma olhada lá!!!”. Pela quantidade de carinhas felizes que ele colocou, ela sabia o quão animado ele estava. Então ela deu uma checada.





— Acabei de entrar no SIMStagram do Nick, Rosi. Milhões de curtidas na postagem do meu artista. — Lori sorriu, orgulhosa do sucesso que ela ajudou a construir.




A garota pegou o celular, olhou e ficou surpresa.
— Nossa! Impressionante!... Tá vendo porque o queremos tanto em nosso programa? A entrevista com ele vai bombar! — Ela sorriu. — Mas deixa eu te perguntar: ele está namorando, está solteiro? É verdade o rumor de que ele e Lace Carry ficaram?



— Rosi, Rosi! Você, melhor do que ninguém, sabe que não posso falar sobre a vida pessoal das minhas estrelas.
— Já vi que não vou conseguir tirar nenhuma informação extra de você, hein!



— Não vai mesmo. Mas, se quiser, posso te falar sobre o quão animada estou com meu casamento, que será maravilhoooooso. — Lori sabia que Rosi não tinha interesse nenhum em ouvir sobre aquele assunto, mas essa era sua estratégia para fazer a mulher arranjar uma desculpa para ir embora logo, já que o negócio que levou as duas ali (a contratação de Nick) já tinha sido resolvido.



Então as duas ficaram um tempinho conversando, sem tocar em assuntos inadequados ou desagradáveis.




Até que chegou a hora de Rosi ir embora (o que não demorou muito a acontecer, como Lori previu) e elas se despediram.





Então, enquanto a representante da SimTV seguiu seu rumo, Lori pegou um livro. Ela queria ler um pouco antes de voltar para casa e dar uma descansada, já que, naquela noite, ela iria para um clube com o noivo, Nick e alguns amigos.




Retornou para a mesa onde estava e logo se pôs a ler.



No entanto, logo seus olhos apenas passavam pelas linhas na página, pois sua mente estava longe: “Ai, meu Grande Prisma! Bella vai voltar pra esse cara que deixou ela sozinha e fez ela quase morrer afogada!... Agora que me toquei disso!... Na hora que ela me contou, fiquei tão feliz pela alegria dela que nem pensei direito!... Quando Marit souber disso, vai enlouquecer. O Nick, então, não quero nem pensar.



E não demorou para que ela fechasse o livro, imersa nesses pensamentos de preocupação: “E se eu, como amiga, estou acobertando algo que poderá fazer mal para minha bestie?... Essa coisa dela com esse Axl Logan parece obsessão! Eu, hein!... O cara todo tosco, se veste mal pra caramba, todo esquisitão. Ali tem um L, de ‘loser’*, bem grande carimbado naquela testa. E a Bella dando moral pra um tipo desses!... Se ele ainda cuidasse dela, beleza. Mas me parece que não cuida nem dele mesmo.”.

* Tradução: perdedor.



Quer saber?... Não posso me omitir vendo minha amiga pular nessa mesma barca furada.”.



Assim, Lori tomou uma decisão.
Então bebeu um gole de seu Macchiato*,...

* Nota: o café macchiato também é conhecido como “espresso macchiato” e é um café com leite típico da Itália. É café expresso misturado com uma pequena quantidade de leite quente com espuma.



Pegou o celular,...



E ligou para Nickollas:
— E aê, Ló! — Ele atendeu e, ao fundo, ela pôde ouvir uma risadinha feminina perto dele; então teve a certeza de que ele estava se divertindo com alguma fã. — Viu as curtidas? Só aumentam!!!
— Vi sim! Parabéns! — Ela sorriu. — Escuta, posso dar uma passadinha aí agora?
— Pode sim. Tô naquele local. Mas e aí? Fechou com a SimTV?
— Fechei sim. O contrato foi assinado e precisamos ver alguns detalhes e outras coisinhas mais. Mas só falo pessoalmente e são coisas urgentes.
— Beleza. Tô te esperando então. Fuuuuuuuui! — Ele riu (sendo agarrado pela garota que estava com ele) e desligou.




E assim Lori se levantou e saiu dali: decidida a fazer a “coisa certa”.



[Continua...]



Obrigada, amigo Simmer, por acompanhar minha história!
Deixe seu comentário abaixo ou na página no Facebook! S2
Tenha uma ótima semana! :)



Onde baixar os Sims e lotes usados nessa história:

SIMS:
Isabella Refaeli: Tammy Nunes, by Fantaflip;
Nickollas Refaeli: Frederek Olofsson, by Barn_Vuur;
Terry Russell: Shemar Moore, by maimouth;
Gianluca Ferretti (cabeleireiro): Hennes Laat, by Barn_Vuur;
Sarah Lambert (recepcionista no Ferretti Salon): Farah Lambert, by KassSimsDesign;
Kyra Dwayne (mãe de Axl): Harmony Nocc, by karostone;
Rosi Okton (representante do canal TVSim): Rosi Okto, by Oktobuss1.


LOCAIS:
Trailers onde Axl e a avó moram: Down and Out Trailer Park, by Zita1966;
Fazenda da família: Family Farm, by manita722;
Ferretti Salon: by isarpgista;
Coffee Company: by isarpgista (original de Ansett4Sims).



Obrigada a todos criadores!
Thank you to all creators!





10 comentários:

  1. Oi Sally! Quantas saudades da história. Comentando agora:

    01. Puxa! Por pouco pensei que Liam e Bella iam casar. Ufa!!! Ainda bem que não. Ainda curto Gi&Dave, Liam+Felicidade e Samara&No Fundo Do Poço Profundo. E claro: Axl&Bella!
    02. Tomara que Lori descubra as safadezas de Terri. Kkkkkkkkkkkkkkk Ele vai apanhar!!! Que safado! Lori é tão legal e bonita!
    03. Gostei do plano de Bella e Liam para contornar o policiamento do irmão e da mãe. Queria saber quais os planos de Liam para a recente solteirice.
    04. Ai, Jade! Ainda com este cretino?
    05. Os animais deles são tão fofos! E amei a resposta de Bella: “Todo cachorrinho é um amorzinho! Só ficam agressivos quando são criados da forma errada. Resultado: ficam como o Nick.” Kkkkkkkkkkkk
    06. MAMAU!!! Que bom te ver! Planta-lixo virar roseira? Só Axl mesmo!
    07. “Caramba, você tirou aquele bigode ridí... diferente!!!” Até a desconhecida zoa de Axl! Kkkkkkkkkkk
    08. Um varal por um corte de cabelo! Kkkkkkkkkkkk Que troca!
    09. Jeon e Soo-Ji! Max Moon! Tão na minha lista de histórias para ler! 
    10. “Ilha da Grama Defunta”! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    11. Até D. Elena se interessou por Josh!!!
    12. A história de Axl é tão triste!Mas parece que o jeito ingênio deleé “dele” mesmo. E não coisa da falta de terapia. Ainda bem, pq amamos Axl do jeito tonto dele.  E como Duque era fofo! Saudades, Duque!
    13. Axl e Bella são tão lindos juntos! Que bom que ela tá super bem!
    14. CARAMBA!!! Pra quem que Lori vai falar de Axl e Bella! Elanão sabe como é o imbecil do Nick? Com certeza, não sabe o quanto ele é perigoso. Torcendo para que ela mudede ideia ou que Bella tenhau m plano B.

    Beijos, Sally! Amei o capítulo!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiii!!! :D
      Respondendo:

      01. “Samara&No Fundo Do Poço Profundo “. Amei essa! Kkkkkkkkkkkkkkk...
      02. Será que ela vai descobrir? Veremos em breve! :D
      03. Bella foi bem esperta. E Liam provavelmente tem planos que envolvem “Trixie”. :)
      04. Né? Mas ainda com ele, apesar dele não assumir que tem namorada oficialmente.
      05. Isabella tem respostas na ponta da língua para pertirbar o irmão. xD
      06. Né? Kkkkkkkkkkkkkk... Coitado do Mamau! xD :D
      07. Pra vc ver como estava algo “exótico”. Rs...
      08. Que troca mesmo! Rs... xD
      09. São histórias maravilhosas!!! Vc vai amar! :D
      10. Só Axl mesmo! Kkkkkkkkkkkkkk... xD
      11. Ela fala brincando, mas o acha lindo! :)
      12. Axl deu uma melhorada, tanto que já dirige, já ajuda a avó a cuidar dos negócios, mas a tontice permanence um pouquinho ali. :) E o Duque era um fofo mesmo, né? :)
      13. Sim, sim! Ali é um casal super apaixonado! :) S2
      14. Lori tem outra visão de Nick. Será que ela vai mesmo contar pra ele? Cenas do próximo capítulo! :)

      Beijocas e obrigada pelo comment!

      Excluir
  2. Aos comentarios:

    1- Ainda bem que Bella sobrevivel ao afogamento
    2- Adorei o plano do trio pra contornar o policiamento da família da Bella
    3- Deu o flagra agora num da segunda chance pra o Nick não Jade
    4- Espero mesmo que Jade nunca ache alguém como Nick. Ela merece coisa melhor
    5- Bella é esperta mesmo. Se livrou facil da ameaça de ficar sem grana.
    6- Nick ainda menosprezando quem tem menas grana.Se um dia a Marit deserdar ele e algumas coisas virem a publico vou rir muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiii, Tatsuuuu!
      Respondendo:

      1- Alguns leitores queridos me pediram para que ela sobrevivesse; inicialmente, meu plano era que ela realmente morresse. Mas gosto de ouvir o que os leitores têm a dizer e, por isso, ela sobreviveu. :)
      2- Foram bem espertinhos, né? :)
      3- Jade aparecerá no capítulo 22. :D
      4- Com certeeeeeeeeza! Nick é MUITO babaca.
      5- Acho que, dessa vez, ela pensou em tudo. :)
      6- O que é de Nick tá guardado e certamente haverá o momento dele pagar pelas babaquices dele. :)

      Muito obrigada pelo comentário, Tatsu! :)

      Excluir
  3. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA Que saudades!!!!

    1- É inacreditável! Dois anos se passaram e o Nick continua repugnante. Apenas uma palavra pode definir meu sentimento por ele: Nojo.
    2- Jade, corre desse "relacionamento", minha flor!
    3- Meus amores Liam e Bella trabalhando juntos!!!! Ameeeeei!!! Melhor ainda é perceber que o Liam mudou e não é mais um babaca que nem Nick. A atitude dele de ajudar Bella foi maravilhosa!! Que orgulho do meu filho <3
    (Não se preocupe, não quero roubar seus personagens! Hahaha Eu geralmente chamo de filho personagens de séries pelo qual tenho muito carinho!)
    5- Axl conversando com Mamau é demais! kkkkkkkkkkkkkk...
    6- “Caramba, você tirou aquele bigode ridí... diferente!!!” Eu dei um berro aqui em casa! kkkkkkkkkkkkkkkk ri demaaaaais!!
    7- Axl ficou lindo de cabelo comprido, mas ainda prefiro o cabelo classico no pescoço.
    8- O reencontro de Bexl foi lindooo!
    9- Triste a história do axl ;(
    10- Amei as meninas no spa!!! E bella fica linda com cabelo ondulados.
    11- E gostei de Lori. Achei uma boa personagem e acho que seria legal ela ser explorada nesse segundo livro. Eu sei que é vacilo ela contar para Nick sobre Bella e Axl, mas ela só esta tentando fazer o que ELA acha que é melhor para a amiga.

    Parabéns pelo cappitulo! Incrível como sempre!!! Mal posso esperar pelo próximo. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lukeeeeeeeeeeeee!!! \o/ Que fofo!!! :D
      Respondendo:

      1- Kkkkkkkkkkkkk... E eu suuuuuuuper te entendo, Luke! Nick é o rei dos babacas! O comportamento dele, muitas vezes, é de dar nojo meeeeeeeeeeeesmo!!! Até eu, que escrevo, me indigno! xD :D
      2- Jade aparecerá no capítulo 22. :)
      3- Que lindoooo, Luke!!! Fico tão feliz que tenha carinho pelo Liam! :) No começo, ele era bem babaquinha, como Nick, mas mudou bastante no decorrer da história. Acho que foi abrindo os olhos, amadurecendo. :)
      5- Né? Kkkkkkkkkkkkk... Ri muito também! xD :D
      6- Só na cabeça de Axl que aquele bigode estava legal nele! Kkkkkkkkkkkkkkk... xD
      7- Luke, vc expressou exatamente o que sinto sobre o cabelão em Axl: legal, mas o “original” é muito melhor. :)
      8- Ooowwnnnnn... Fico muito feliz que tenha gostado! S2 :)
      9- Infelizmente... :(
      10- Foi bem legal criar aquela cena! E tb aaaamo Isabella com aquele cabelo. Combina demaaaaaaaaais com ela! :D
      11- Sim, sim, Luke. Tenho planos de fazer com que Lori apareça mais. Inclusive ela estará no capítulo 22 e algo será desvendado sobre ela. E realmente ela só quer ajudar a amiga. Vamos ver no que isso vai dar. :)

      E muuuuito obrigada pelo comentário, Luke!!!
      Muito feliz que gostou!!! :D

      Excluir
  4. Ual aconteceu muita coisa! No começo cheguei achar que Bella namorada mesmo o Liam! Ai fiquei chocada! Mas depois foi tudo explicado! Que bom que eles não se separaram! Torço muito por eles!

    Ri muito do Axl de bigode, esse cara não tem jeito huahuahuaa

    Poxa mas a história da infância dele é tão triste, tadinho, sofreu muito, dá para entender porque ele é assim. Ah e ainda bem que a avó cortou o cabelo dele. Será que ele pode achar mãe um dia?

    Adorei os bichinhos que apareceram!!

    E adorei o Jeon ter aparecido no seu post!! Ficou muito legal! Acho que vou passar a fazer como você e por esse modelo de simtube. Ficou muito legal! Que legal que o Axl gosta dos canais dele! Quem sabe Jeon vê o canal do Axl um dia!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláaaaaaaa, Jess!!! :D
      Respondendo: :D

      1. Huhauhuahuhauhau... Desculpa o susto! Foi tudo treta de Bella para conseguir ficar com Axl em paz, mesmo à distância! :D Ela foi bem espertinha, né? E ainda bem que Liam a ajudou nessa! :D

      2. Kkkkkkkkkkkkkk... Acho que Axl é o “pra sempre sem noção”! xD :D A sorte dele é agora ter a avó para deixá-lo na linha! Rs...

      3. Olha, é verdade. A história dele é muito cheia de perdas... Bem triste. Mas ele ainda consegue sorrir e ser feliz, apesar de algumas lembranças bem tristes. Ele tenta sempre se apegar às memórias das coisas boas. :) E sim, sim! Graças à avó dele, o visual dele agora tá legal de novo. Rs... O cabelo grande não ficou de todo ruim, ficou legalzinho, mas o visual antigo é mil vezes melhor (assim eu penso! Rs...). :) E quem sabe? Há a possibilidade de um dia ele encontrar Kyra novamente, ou ela encontrá-lo... Mas será que ela ainda está viva? E ele tem um irmão ou irmã? Tudo isso será revelado na hora certa! :D

      4. Muito lindinhos o Chad e o Sushi, né? Tomei amor pelos dois! :D Na verdade, pelos três, porque até o Duque, que já se foi, ficou no meu coração. :) S2

      5. E eu ameiiiiiiiiii ter o Jeon na minha história! Participação mega especial dele e de Max Moon! Dois fofos que adoro!!! S2 Vou te mandar as imagens do SimTube e do “Play” pela Nihal, ok? :)

      6. O Axl curte siiiiiiim! E ele gostou muito do canal do Jeon tb, tanto que já o segue! Quanto ao canal do vocalista, vai depender mais da avó e/ou do Batera do que dele, apesar de que o bichinho (Axl) vai tentar seguir o conselho da nonna dele e gravar algo. Vamos ver no que isso vai dar! Rs... xD :D

      E muito obrigada pelos comments, Jess!!! :D S2

      Excluir
  5. Oi Sally!!
    Ameis os pets, o gatinho Sushi é mt fofo ainda mais com roupinha de sushi. E o Chad parece ser mansinho mesmo hein.


    O Spa do Quarto Império também é lindo, adorei (e é super criativo). A Bella e a Lori foram renovadasssss

    Axl de cabelo vivendo ali na paz, na simplicidade, super combina com ele.

    E olha só, a nonna gosta de assistir videos na net. Ela curte a MAX MOON *-------------*

    FICOU MUITOOO TOP TOP ela mostrar o canal do Jeon e da Max...
    MAS O AXEL E A BELLA JÁ CONHECIAM A MAX

    MORRI
    X.X

    (obrigada por indicar o blog Sally *-*)

    -

    Ah lindos o Axl e a Bela juntos, gostei de imaginar a voz deles. Mas foi triste a história do Axl, tadinho. E ainda assim ele consegue ser tão legal, e nem é revoltado.


    Agora, quem tá com tudo mesmo mesmo é o Nick, sessão de fotos aqui, 10 milhões de likes ali, capa de revista, sempre com uma garota ... ai ai, e a Lori ainda dá confiança, cuidado, vai acabar arrumando treta pra Bela e pro Axl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláaaaaaaa, Nihaaaaal!!! :D
      Respondendo: :D

      1. O Chad é um amorzinho de tão mansinho que é! :) E o Sushi é mimaaaaaaaaaaado! Huhauhuahuhauhau...

      2. Fiquei muito feliz que você curtiu o SPA! S2 Eu que o fiz, do zero! :D Meu sonho é a EA lançar um pacote com o tema “Salão de Beleza”! :D Daí esse lugar vai ficar do jeito que quero! :D Você pode baixá-lo e colocá-lo no seu jogo! O link dele está no final da história, nos créditos, Nihal! :D

      3. O Axl é tão de boa, mas tão de boa, que ele pode viver bem em qualquer ambiente. Rs... Ele podendo cantar e tocar, ele tá feliz. Rs... :D

      4. A nonna dele aaaaaaaaaaama computadores e jogos! Ela adora ver as novidades do mundo dos games e aaaaama seguir canais que falem sobre isso e sobre música. E, claro, como não poderia deixar de ser, ela é fã da Max Moon!!! :D Assim como Bella e Axl!!!

      5. Nonna, Axl e Bella já conheciam a Max Moon porque ela já tem uma super base de fãs, não é? :D Pelo que entendi da tua história, ela já é uma Simtuber bem conhecida! E nonna conheceu o Jeon graças à Max, que o convidou para fazer uma participação no canal dela (no crossover de tua história com a de Jess, que ameiiiiiiiiiiii!!!); então, impossível eles não ficarem fãs deles!!! Max e Jeon são demais!!! E foi uma honra, para mim, tê-los na minha história e indicar as histórias de vocês, das quais sou fãaaaaaaaa! :D \o/ S2

      6. Fiquei muito feliz que gostou de imaginar a voz deles! E eles são lindos juntos, né? Se amam muito esses dois! E sim, sim. Muito triste a história dele... Mas ainda bem que ele conseguiu manter a alegria, apesar dos problemas. :)

      7. Huhauhuahuhauhau... Né? O Nick tá com tudo, apesar de ser quem é. A Lori o conhece há anos, já que ela é amiga de Isabella e sempre acompanhou a amiga, que vivia muito, claro, com o irmão do lado. Só acho que ela talvez não tenha noção do quão babaca o Nick possa ser. Ou talvez ela saiba, mas não ligue. Veremos. E com certeza a ação de Lori pode gerar uma bela treta para o casal #Axlla. :)

      Muuuuito obrigada pelos comments, Nihal!!!
      Amei muitooooooo!!! :D

      Excluir